Inclusão e resiliência

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8129 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ FACULDADE DE EDUCAÇÃO

SANDRA MARIA GOMES SCARAVELLI

INCLUSÃO E RESILIÊNCIA

Fortaleza 2011

SANDRA MARIA GOMES SCARAVELLI

INCLUSÃO E RESILIÊNCIA
Trabalho de Conclusão de Curso submetido à Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará como requisito do Curso de Especialização lato sensu Formação Continuada de Professores para o AtendimentoEducacional Especializado para obtenção do título de especialista em atendimento educacional especializado. Orientadora: Professora Ms. Ingrid Lira Rocha

Fortaleza 2011

SANDRA MARIA GOMES SCARAVELLI

INCLUSÃO E RESILIÊNCIA

Este exemplar corresponde à redação final aprovada do Trabalho de Conclusão de Curso de SANDRA MARIA GOMES SCARAVELLI.

Data da aprovação: 30/09/2011

Assinatura:Orientadora: Profa. Ms. Ingrid Lira Rocha

Dedico estas linhas ao aluno Elias, que diante das adversidades, nos consola com seus olhos grandes e seu sorriso sincero; e também à sua irmã Daniela, pela determinação de obter o melhor para seu irmão, mesmo quando muitas pessoas no entorno não acreditavam nele; enfim dedico a estes dois seres humanos, comuns e ímpares, dos quais não pude desistir. “. . .Eu gostaria de fazer a genealogia dos problemas, das problematizações. Minha opinião é que nem tudo é ruim, mas tudo é perigoso, o que não significa exatamente o mesmo que ruim. Se tudo é perigoso, então temos sempre algo a fazer ”. (Foucault, 1995, p. 256)

Resumo
Este trabalho é um estudo de caso de um aluno jovem, com deficiência física, que se encontra matriculado na rede regular,nos anos iniciais da Educação de Jovens e Adultos do ensino fundamental, de algumas análises das condições deste aluno na escolarização e no Atendimento Educacional Especializado. O objetivo é atender às necessidades do aluno e elaborar um plano de AEE para tal, visando ultrapassar as barreiras impostas pela escola comum e que com isso este aluno possa participar de sua turma com autonomia. Ametodologia utilizada é de Aprendizagem com Base em Problemas (ABP) e denomina-se “Aprendizagem Colaborativa em Rede (ACR)”, fundamentando-se nas etapas de: Proposição e identificação do problema; Análise e clarificação do problema; Discussão do problema; Propostas e desenvolvimento de soluções e elaboração dos Planos de AEE; Socialização das propostas de solução do problema e dos Planos de AEE;Re-elaboração das propostas de solução e dos Planos de AEE e Avaliação. Temos no procedimento de clarificação do problema um contexto hostil de escolarização do aluno apresenta em relação às barreiras atitudinais no grupo escola, que incidem no desenvolvimento do aluno; para tanto serão utilizadas estratégias de esclarecimento do potencial do aluno para o grupo escola, e foco do desenvolvimento dashabilidades do aluno para utilização de recursos e adaptações para qualificar a escolarização do aluno.

Palavras-chave: (1) Atendimento Educacional Especializado; (2) Educação Especial; (3) Escola comum.

Abstract
This work is a case study of a young student with physical disability, which is registered in the regular in the early years of Youth and Adult basic education, some analysis of theconditions of schooling and student in the Educational Service specialized. The goal is to meet student needs and develop a plan for such ESA, aiming to overcome the barriers imposed by the common school and attend class with their autonomy. The methodology used is Problem-Based Learning (PBL) and is called "Collaborative Learning Network (ACR)", basing on the steps of: Proposition and problemidentification, analysis and problem clarification, discussion of the problem; proposals and solutions development and elaboration of the ESA; Socialization of proposals for solving the problem and Plans of ESA; Re-drafting the solution and the ESA and Evaluation Plans. We have to clarify the procedure in a hostile environment problem of schooling the student has in relation to attitudinal barriers...
tracking img