Inclusão e corporeidade no cotidiano da prática docente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2779 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA – FACINTER
Daniele Moreira Lins
Lenildo Bernardino de Melo
Luciana Oliveira da Silva

INCLUSÃO E CORPOREIDADE NO COTIDIANO DA PRÁTICA DOCENTE

Recife
2009

FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA - FACINTER
Daniele Moreira Lins
Lenildo Bernardino de Melo
Luciana Oliveira da Silva

INCLUSÃO E CORPOREIDADE NO COTIDIANO DA PRÁTICA DOCENTEProdução de Aprendizagem
apresentada à UTA Corporeidade e Inclusão, no Curso de Pedagogia à Distância da Faculdade Internacional
de Curitiba.

Tutor Local: Bárbara Freitas Centro Associado: Recife

Recife
2009

SUMÁRIO

1INTRODUÇÃO........................................................................................................ 03
2 INCLUSÃO E CORPOREIDADE NO COTIDIANO DA PRÁTICA DOCENTE.................................................................................................................. 04
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS..................................................................................... 10REFERÊNCIAS.......................................................................................................... 11
APÊNDICE 1 – QUESTÕES INDIVIDUAIS................................................................ 12

INTRODUÇÃO

Este trabalho pretende compreender os diferentes enfoques curriculares predominantes e suas repercussões para o atendimento da inclusão e a diversidade de alunos no espaço escolar, estabelecendo uma relaçãoentre diversidade humana e contexto escolar, fundamentos históricos e legais da Educação Especial e Dimensões das práticas educacionais inclusivas. Mostrando suas relações, que se constitui em um processo integrador entre a escola e o contexto social.
A metodologia adotada para o desenvolvimento da presente PA, Educação Especial, será adotada a investigação das práticas existente nasescolas. Iniciando uma reflexão, imprescindível a visita a uma instituição escolar para a obtenção de dados sobre os procedimentos norteadores do processo educacional e sobre a atuação dos seus profissionais quanto aos alunos no processo de inclusão.
Descrevemos a importância da pesquisa para a construção do conhecimento em Educação Especial, tendo em vista os fundamentos filosóficos e teóricosda inclusão.
Ligando os conteúdos das quatros disciplinas trabalhados nesta UTA são Fundamentos para as Necessidades Educativas Especiais; Metodologia do Ensino de Educação Física; Pesquisa e Prática Profissional – Educação Especial; Organização Pedagógica Espaços Educativos.
Atualmente observam-se mudanças e transformações no âmbito educacional, levando as instituições educacionais e,consequentemente o professor, mudar seu trabalho docente.

INCLUSÃO E CORPOREIDADE NO COTIDIANO DA PRÁTICA DOCENTE

A atenção educacional aos alunos com necessidades educacionais especiais, tem se modificado ao longo da história, tendo caracterizado diferentes paradigmas nas relações das sociedades com esta parcela da população. As deficiências passaram a ser entendidas pela sociedade,conforme o contexto histórico e a dificuldade em lidar
com as diferenças impostas pela deficiência sempre permeou esta questão. Tais mudanças resultaram em quatro fases distintas no atendimento da pessoa com deficiência: exclusão, segregação, integração e inclusão.
Na Antigüidade, as pessoas nobres detinham o poder social, político e econômico, o corpo perfeito e forte era necessário paragarantir a qualidade dos guerreiros e a capacidade intelectual e filosófica, entre outras definiam a cidadania (ou não) nesse tipo de sociedade.
Devido a este conjunto de fatores, era comum o extermínio de pessoas que nascessem ou adquirissem algum tipo de deficiência que as impossibilitassem de garantir a “perfeição da espécie”.
Na Idade Média conviveu-se com paradoxos quanto à...