Inclusão escolar e educação especial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1729 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INCLUSÃO ESCOLAR E EDUCAÇÃO ESPECIAL
Compreendendo Nomenclaturas
Daiana Marques
Professora Giseli Flores
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Pedagogia Ped0275 – Prática do Módulo
26/06/12

RESUMO
Inclusão escolar pressupõe que todas as crianças tenham a mesma oportunidade de acesso, de permanência e de aproveitamento na escola. Independentemente de qualquercaracterística peculiar que apresentem ou não. A pesquisa está assentada na consigna Educação para todos, no tocante a uma cultura das diferenças. Com base no tema: Inclusão Escolar e Educação Especial – Compreendendo Nomenclaturas tem-se o intuito de desmistificar essas expressões que são comumente utilizadas como se tivessem o mesmo significado.

Palavras chave: Inclusão Escolar. Educação Especial.Educação para todos.

1 INTRODUÇÃO
A Inclusão Escolar atenta às diferenças que existem nas pessoas, ela procura perceber e atender as necessidades educativas especiais de todos os alunos, nas salas de aulas comuns, em um sistema regular de ensino, de um modo que promova a aprendizagem e o desenvolvimento pessoal de todos. A Inclusão não deve ser confundida com educação especial embora a contemple.Educação Especial é uma modalidade de educação escolar, porém ela não substitui o ensino regular, apenas complementa o mesmo. Baseado na consigna Educação para todos abordar-se-á o assunto a fim de elucidar a importância da inclusão e da educação de qualidade para todos.

2 EDUCAÇÃO ESPECIAL – Compreendendo Nomenclaturas
Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira LDB 9394/96CAPÍTULO V - Da Educação Especial Art. 58. Entende-se por educação especial, para os efeitos desta Lei, a modalidade de educação escolar, oferecida preferencialmente na rede regular de ensino, para educandos portadores de necessidades especiais. § 1º. Haverá, quando necessário, serviços de apoio especializado, na escola regular, para atender às peculiaridades da clientela de educação especial.Há, ainda, muitas pessoas que entendem Educação Especial como uma modalidade de ensino que substitui o ensino regular, voltada única e exclusivamente para as crianças com necessidades especiais, ou seja, crianças com deficiência passariam parte de sua infância e juventude em uma escola especializada, convivendo apenas com seus semelhantes, se apropriando de conteúdos escolares adaptados.
Noentanto, pode-se afirmar que a Educação Especial deve ser entendida como modalidade de ensino que tem como objetivo quebrar as barreiras e os paradigmas que impedem a criança de exercer a sua cidadania. O atendimento educacional especializado deve ser apenas um complemento da escolarização, e não um substituto.
Como nos diz Carvalho (2004):

Especiais devem ser consideradas as alternativaseducativas que a escola precisa organizar, para que qualquer aluno tenha sucesso; especiais são os procedimentos de ensino; especiais são as estratégias que a prática pedagógica deve assumir para remover barreiras para aprendizagem. (p.17)

Carvalho elucida meios para a compreensão em relação ao especial, ou seja, pensar no especial da educação é mais sensato do que atribuir esta característica de“especial” ao aluno.
Conforme referido, a Educação Especial já não é mais compreendida como um sistema educacional paralelo ou segregado, e sim como um conjunto de medidas que a escola regular dispõe ao serviço de uma resposta adaptada à diversidade dos alunos.
Com base na LDB/96, pode-se afirmar que todas as crianças que estão nas escolas especiais têm o direito constitucional de entrar no ensinoregular, em turmas condizentes com sua idade.

3 INCLUSÃO ESCOLAR – Um direito de todos
Inclusão é, fundamentalmente, adaptar o sistema escolar no tocante às necessidades dos alunos. A inclusão propõe um único sistema educacional de qualidade para todos os alunos, com ou sem deficiência e com ou sem outro tipo de condição atípica.
Segundo Mantoan (2005), “inclusão é a nossa capacidade de...
tracking img