Incas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2489 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O IMPÉRIO INCAICO

No momento em que os Chimu, no século XIII, começavam a conquista da costa setentrional do Peru, uma pequena tribo chegava com dificuldades à bacia de Cuzco, no interior dos Andes do Peru Meridional.
Quando os incas penetraram nesta região ,conduzidos por Manko Capac, muitas tribos já haviam fixado aí suas aldeias, como os Sawariray, os Allkawisa e os Maira. A inserção dosrecém-chegados na Confederação Cuzquenha deu-se certamente numa posição subordinada. De seus poderosos aliados adotaram inúmeros traços culturais, como a língua quéchua, cuja difusão iriam posteriormente assegurar através de sua conquista dos Andes.
A primitiva organização da Confederação Cuzquenha repousava sobre a existência de duas metades que mantinham entre si relações de oposiçãocomplementar: Hanan a metade de cima, era a metade “forte”, constituída pelos ocupantes iniciais da área. Hurin, a metade “fraca”, de baixo, era constituída pelos incas, a quem coube uma função militar enquanto os de Hanan detinham as funções políticas e religiosas. O primeiros chefes incas utilizaram o título de Sinchi: chefes de guerra.
No curso do século XIV, Sinchi Roca, que atradição apresenta como filho e sucessor de Manko Kapac (fundador mítico da linhagem), e depois de Lloki Yupanqui, Mayta Kapac e Kapac Yupanki desempenhou este cargo, empreendendo inúmeros ataques contra tribos vizinhas. Seus sucessos militares não só reforçaram a posição da Confederação Cuzquenha, como também o papel da tribo inca dentro do sistema federativo. Depois da morte de Kapac Yupanki,seu sucessor Inka Roca, à frente de seus guerreiros, viu-se em condições de derrubar as autoridades de Hanan acumulando as funções políticas e religiosas que até então tinham cabido ao líderes desta metade. A estátua de Manko Kapac foi transportada solenemente para a metade do alto, o culto do sol, ligado ao ancestral tribal, foi imposto a todos os aliados que, subordinados agora, foram perdendosua autonomia para fundir-se num Estado de pretensões unitárias.
A derrota sobre os Chanca (em torno de 1438) que ameaçava as fronteiras do jovem Império, levada a efeito durante o reinado de Wiraqocha Inca e conduzida por um de seus filhos, Pachakuti, foi o sinal para a definitiva expansão imperial. Com os chanca desaparecia o único obstáculo que ainda se impunha à hegemonia inca sobre oconjunto dos planaltos.
Em menos de um século os incas chegaram a conquistar o mais vasto império da América pré-colombiana. Seus territórios, conquistados por meio de guerras incessantes, cobriam uma superfície de 950.000 quilômetros quadrados (eqüivalendo à França, Itália, Suíça e Benelux reunidos). Ele se estendia do norte ao sul, seguindo o eixo da cordilheira, por mais de 4 mil km, desde o valedo Ancasmayo ao norte, ao vale do Maule ao sul. A leste, uma linha de fortificações defendia o Império do ataque das tribos indomáveis e silvícolas da Amazônia. As estimativas para o conjunto da população variam de 10 a 40 milhões de habitantes. “Compunha-se de uma centena de grupos étnicos de importância desigual, que se diferenciavam pela uns dos outros pela língua e pela cultura. Por maisligadas que tivessem sido por uma “co-tradição” forjada no alvorecer de sua história, durante as grandes fases de formação da unidade pan-andina, estas etnias reagrupadas pelos Incas não constituíam mais que um conjunto político notoriamente heterogêneo”
Este expansionismo, consolidado a partir de guerras, foi justificado pelos próprios incas como fundado numa “missão civilizadora” emrelação às populações andinas mergulhadas na barbárie, para quem eles levavam o ensinamento das relações de parentesco, o cultivo do milho e a arte de viver em paz que distingui os civilizados dos selvagens. Não houve aí, como aconteceu entre os aztecas, seus contemporâneos no México Central, uma exaltação da guerra e das funções militares. Segundo as informações recolhidas pelos cronistas, a...
tracking img