Imunologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2504 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Biólogo Paulo Francisco Naoum

MÉTODOS DE AVALIAÇÃO LABORATORIAL

I) Cromatografia Cromatografia é um método físico-químico de separação. Fundamenta-se na migração diferencial dos componentes de uma mistura. É formada por duas fases imiscíveis: uma fase móvel e uma fase estacionária. De acordo com o tipo de fase móvel e estacionária utilizados as cromatografias podem classificadas emCromatografia Gasosa, Cromatografia de Troca Iônica e HPLC (sigla de High Pressure Liquid Chromathography).

Sentido da migração

Coluna Cromatográfica

Fase Móvel

Fase Estacionária

Mistura a ser separada

a) Cromatografia Gasosa A cromatografia gasosa consiste na “vaporização” (sem que haja decomposição) da substância em um gás chamado gás de arraste, e posterior migração de uma através dacoluna de cromatografia; isto é, a amostra tem que se “dissolver” ao menos em parte, em um gás que participará da composição da fase móvel. Esse gás deve, obrigatoriamente, ser inerte em relação à fase estacionária. Gases como hidrogênio, nitrogênio, argônio e hélio são os mais utilizados. As substâncias saem então da coluna e passam por um detector que gera um sinal proporcional à quantidade desubstância eluída no gás em função do tempo (análise quantitativa). Por exemplo, em uma mistura, cada componente terá sua pressão

de vapor característica (volatilidade), assim substâncias que forem mais voláteis, ficarão dissolvidas no gás de arraste e passarão mais rapidamente pela coluna cromatográfica. Trata-se de uma técnica muito utilizada pois é capaz de separar substâncias comconcentrações de nanogramas e até picogramas. A cromatografia gasosa é usada no fracionamento de proteínas, enzimas, peptídeos e aminoácidos.

1 2

6

4

5 3
1 – Reservatório do gás de arraste (N2 ou H2 ou He ou Ar) 2 – Local onde a amostra será injetada (“vaporização” da amostra) 3 – Coluna Cromatográfica 4 – Detector 5 – Amplificador de sinal 6 – Formação do Cromatograma (gráfico concentração deamostra x tempo)

b) Cromatografia Iônica Também conhecida como cromatografia de troca iônica. Técnica cromatográfica onde a fase estacionária é representada por uma resina trocadora de íons. Essa resina possui em sua composição íons que irão interagir quimicamente com os íons presentes na solução da fase móvel.

Coluna Cromatográfica

Íons da Resina (-)

Íons da Solução (+)

Íons daSolução (-)

Após a interação dos íons da amostra com a resina, uma solução chamada eluente é passada pela coluna de cromatografia liberando assim os íons que estavam interagindo com a resina. O tempo de retenção/separação das diferentes espécies é que determinará a concentração dos diferentes íons na amostra. Antes de passar pelo detector, as amostras passam por uma segunda coluna cromatográfica,a coluna supressora de eluente, que irá bloquear a detecção de íons que por ventura possam fazer parte da constituição do eluente e que poderiam interferir na concentração iônica real da amostra; ou seja, somente os íons da amostra são encaminhados para análise. Desvantagens: técnica de custo extremamente elevado e que requer mão de obra altamente especializada na operação do sistema e análise dedados. É usada para fracionar peptídeos, aminoácidos, hemoglobinas e hemoglobina glicada.

c) Cromatografia Líquida de Alta Pressão (HPLC) HPLC: sigla do inglês que significa High Pressure (or Performace) Liquid Chromatography. Atualmente chamada de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE). Possui como características: a elevada sensibilidade, a alta velocidade de reação e o grandedesempenho com confiabilidade e rapidez na liberação de resultados. Trata-se de um tipo de cromatografia que utiliza um líquido como fase móvel, que é injetado na coluna cromatográfica a altas pressões e diferentes tipos de fase estacionária, variando de acordo com aquilo que se quer analisar. Os constituintes da fase estacionária, em geral se encontram altamente particionados, o que gera uma...
tracking img