Importância do ato de ler”– paulo freire

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1681 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS
DEPARTAMENTO DE LETRAS

LÍNGUA PORTUGUESA I LET 4101

TEXTO “A IMPORTÂNCIA DO ATO DE LER”– PAULO FREIRE
EXERCÍCIOS

Goiânia, 12 de setembro de 2011.
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS
DEPARTAMENTO DE LETRAS

Disciplina: Língua Portuguesa LET4101
Turma: C04
Professora: Rita de Cássia Monteiro Barbugiani BorgesAcadêmica:Katia Cristina da Costa



TEXTO “A IMPORTÂNCIA DO ATO DE LER”– PAULO FREIRE
EXERCÍCIOS

Goiânia, 12 de setembro de 2011.
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS
DEPARTAMENTO DE LETRAS

1) Faça, por escrito, a leitura de identificação.
Freire, Paulo. A Importância do Ato de Ler: em três artigos que se completam. 24. Ed. SãoPaulo: Artes/Autores Associados, 1990.
A obra “A Importância do Ato de Ler – em três artigos que se completam” compõe-se de três capítulos, compostos de três artigos elaborados por Paulo Freire. Os capítulos discorrem sobre as temáticas principais, A Importância do Ato de Ler, Alfabetização de adultos e Bibliotecas Populares e como término exemplificativo.
Paulo Régis Neves Freire, educadorpernambucano, nasceu em 19/9/1921 na cidade do Recife. Foi alfabetizado pela mãe, que o ensina a escrever com pequenos galhos de árvore no quintal da casa da família. Com 10 anos de idade, a família  mudou para a cidade de Jaboatão.
Na adolescência começou a desenvolver um grande interesse pela língua portuguesa. Com 22 anos de idade, Paulo Freire começa a estudar Direito na Faculdade de Direito doRecife. Enquanto cursava a faculdade de direito, casou-se com a professora primária Elza Maia Costa Oliveira. Com a esposa, tem teve cinco filhos e começou a lecionar no Colégio Oswaldo Cruz em Recife.
No ano de 1947 foi contratado para dirigir o departamento de educação e cultura do SESI, onde entra em contato com a alfabetização de adultos. Em 1958 participa de um congresso educacional na cidade doRio de Janeiro. Neste congresso, apresenta um trabalho importante sobre educação e princípios de alfabetização. De acordo com suas idéias, a alfabetização de adultos deve estar diretamente relacionada ao cotidiano do trabalhador. Desta forma, o adulto deve conhecer sua realidade para poder inserir-se de forma crítica e atuante na vida social e política. 
No começo de 1964, foi convidado pelopresidente João Goulart para coordenar o Programa Nacional de Alfabetização. Logo após o golpe militar, o método de alfabetização de Paulo Freire foi considerado uma ameaça à ordem, pelos militares. Viveu no exílio no Chile e na Suíça, onde continuou produzindo conhecimento na área de educação. Sua principal obra, Pedagogia do Oprimido, foi lançada em 1969. Nela, Paulo Freire detalha seu método dealfabetização de adultos. Retornou ao Brasil no ano de 1979, após a Lei da Anistia.
Durante a prefeitura de Luiza Erundina, em São Paulo, exerceu o cargo de secretário municipal da Educação. Depois deste importante cargo, onde realizou um belo trabalho, começou a assessorar projetos culturais na América Latina e África. Morreu na cidade de São Paulo, de infarto, em 2/5/1997.
2) Por meio daleitura de intertextualização, retire 3 citações explicitas no texto e justifique-as.

1- Não eram aqueles momentos “lições de leitura”, no sentido tradicional desta expressão. Eram “momentos em que os textos se ofereciam á nossa inquieta procura, incluindo a do então jovem professor José Pessoa”.
Neste trecho Paulo Freire cita os textos que lia em sua infância intertextualizando com os textos doprofessor José Pessoa.

2- “A insistência na quantidade de leituras sem o devido adentramento nos textos a serem compreendidos, revela uma visão mágica da palavra escrita. Visão que urge superada. No entanto, um dos documentos filosóficos mais importantes de que dispomos, As teses sobre Feuerbach de Marx, tem apenas duas páginas e meia...”.
Neste trecho Paulo Freire diz respeito a qualidade...
tracking img