Impermeabilizantes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1866 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MATERIAIS EMPREGADOS NAS REDES DE ESGOTOS SANITÁRIOS

1 - Introdução.

A escolha do material a empregar (tipo de tubulação) nas redes coletoras de esgotos sanitários é função das características dos esgotos, das condições locais e dos métodos construtivos mas os seguintes aspectos normalmente devem ser considerados:


❑ Condições de escoamento.

❑ Resistência a cargas internas eexternas, resistência à abrasão, resistência à ação de substâncias agressivas.

❑ Condições de impermeabilidade e juntas adequadas.

❑ Disponibilidade de diâmetros necessários.

❑ Facilidade de transporte, assentamento e instalação de equipamentos e acessórios.

❑ Custos (material, transporte e assentamento)

As tubulações utilizadas poderão ser moldadas no local ou pré-moldadas.As tubulações moldadas no local são normalmente de concreto armado, e as tubulações pré-moldadas podem ser de vários materiais.


2 -Tubulações mais utilizadas em redes coletoras de esgotos sanitários.


As tubulações normalmente mais utilizadas para as redes coletoras de esgotos sanitários são: tubos cerâmicos, tubos de concreto, tubos plásticos, tubos de ferro fundido e tubos deaço.


2.1-Tubos cerâmicos (manilhas de barro).


Os tubos cerâmicos, hoje, ainda apresentam uma grande aceitação para a construção de redes coletoras de esgotos sanitários. Os tubos cerâmicos são fabricados com argila cozida à elevadas temperaturas e são vidrados internamente ou internamente e externamente. A indústria nacional produz tubos cerâmicos variando de 75 mm a 600 mm, comcomprimento nominal de 600 mm, 800 mm, 1000 mm, 1250 mm, 1500 mm e 2000 mm.

Os tubos cerâmicos apresentam as seguintes características:

❑ Baixa rugosidade.

❑ Resistência à cargas provocadas por aterros comuns.

❑ Resistentes à ácidos e outras substâncias químicas (não atacado p/ácido sulfúrico).

❑ Apresentam boa impermeabilidade.

❑ Apresentam baixo custo.

❑ Apresentamfacilidade de quebra.

Os tubos cerâmicos são fabricados com ponta e bolsa e as especificações e métodos relativos aos ensaios são fixados pela ABNT:
NBR 5645/1989: fixa as condições exigíveis para aceitação e/ou recebimento de tubos cerâmicos de juntas não elásticas empregados na canalização de águas pluviais, de esgotos sanitários e de despejos industriais, que operam sob a ação dagravidade.

Existem três tipos de juntas disponíveis no mercado:


Junta de argamassa de cimento e areia (1:3): é uma junta rígida que por apresentar alguns inconvenientes não é muito utilizada (cuidados especiais durante a execução, possibilidade de agressão pelo esgoto, possibilita a penetração de raízes para o interior da canalização).

❑ Junta com betume: é uma junta semi-rígidacom betume quente após o estopeamento (cordão de estopa entre a ponta e a bolsa). È um tipo de junta muito utilizada em tubo cerâmico.

❑ Junta elástica: é uma junta que utiliza um anel de borracha entre a ponta e a bolsa de um tubo ou conexão cerâmica. A NBR 14208/1989: Fixa as condições exigíveis para aceitação e/ou recebimento de tubos cerâmicos com junta elástica empregados em canalizações deáguas pluviais, de esgotos sanitários e de despejos industriais, que operam sob a ação da gravidade.



2.2-Tubos de concreto.

Estas tubulações podem ser de concreto simples (ponta e bolsa) ou de concreto armado (moldados no local ou pré-moldados).
Os tubos de concreto simples apresentam o diâmetro variando de 200mm a 1000mm (NBR- 8889/1989: classe S-1 e S-2).
Os tubosde concreto armado apresentam o diâmetro variando de 400mm a 2000mm (NBR- 8890/1989: classe A-2 e A-3).
Os tubos de concreto apresentam baixa rugosidade e são utilizados principalmente nas seguintes situações:

❑ Em canalizações a partir de 400 mm , para as quais não são normalmente oferecidos tubos cerâmicos (coletores tronco, interceptores e emissários).

❑ Em canalizações que...
tracking img