Imperio romano

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8657 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Império Romano
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
|

Senatus Populusque Romanus
"O Senado e o Povo Romano" ou
Imperium Romanum[nota 1]
Império Romano |
Império |
← | 27 a.C. – 476 d.C.
1453 d.C. | →
 
→ |
|
Vexillum, com a águia e o acrônimo do Estado romano |
Lema nacional
Senatus Populusque Romanus
(Senado e Povo de Roma) |Máxima extensão do Império Romano em 117 d.C. |
Continente | Europa, Bacia Mediterrânea da África e da Ásia |
Capital | Roma
(44 a.C. - 286 d.C.)
Constantinopla
(A partir de 330) |
Língua oficial | Latim, grego |
Religião | Politeísmo romano e depois cristianismo |
Governo | Autocracia |
Imperador | |
 • 27 a.C. - 14 d.C. | Augusto |
 • 379 - 395 | Teodósio I |
 • 475 - 476
1449 -1453 | Rômulo Augusto / Constantino XI |
Legislatura | Senado romano |
Período histórico | Antiguidade clássica |
 • 31 a.C. | Batalha de Áccio |
 • 27 a.C. | Otaviano é proclamado Augusto. |
 • 285 | Diocleciano divide o Império entre Ocidente e Oriente |
 • 330 | Constantino I declara Constantinopla como a nova capital do Império. |
 • 395 | Morte de Teodósio, o Grande, selando adivisão permanente entre Leste e Oeste. |
 • 476 d.C.
1453 d.C. | Rômulo Augusto é deposto/ Queda de Constantinopla |
Área |
 • 25 a.C.[1][2] | 2 750 000 km2 |
 • 50[1] | 4 200 000 km2 |
 • 117[1] | 5 000 000 km2 |
 • 390 [1] | 4 400 000 km2 |
População |
 • 25 a.C.[1][2] est. | 56 800 000  |
     Dens. pop. | 20,7/km² |
 • 117[1] est. | 88 000 000  |
     Dens. pop. |17,6/km² |
Moeda | Denário, sestércio, soldo |
Deu origem a | 46 países[Expandir]Abecásia*
 Albânia
 Alemanha
 Argélia
 Armênia
 Azerbaijão
 Áustria
 Bélgica
 Bósnia e Herzegovina
 Bulgária
 Croácia
 Chipre
 França
 Egito
 Geórgia
 Grécia
 Iraque
 Israel
 Itália
 Jordânia
Kosovo*
 Líbia
 Liechtenstein
 Luxemburgo
 Macedónia
 Mônaco
 Moldávia
 Montenegro
 Marrocos Países Baixos
Chipre do Norte*
 Portugal
 San Marino
 Arábia Saudita
 Rússia
 Sérvia
 Eslovênia
 Espanha
 Suíça
 Síria
 Tunísia
 Ucrânia
 Reino Unido
 Turquia
Vaticano
Cisjordânia* |
*Estado não-reconhecido |
Império Romano (em latim: Imperium Romanum) foi um Estado que se desenvolveu a partir da península Itálica, durante o período pós-republicano da antiga civilização romana,caracterizado por uma forma autocrática de governo e de grandes propriedades territoriais na Europa e em torno do Mediterrâneo.[3]
Os 500 anos de idade da República Romana que o precedeu, foram enfraquecidos e subvertidos por várias guerras civis.[nota 2] Muitas datas são comumente propostas para marcar a transição da república ao império, incluindo a data da indicação de Júlio César como ditadorperpétuo (44 a.C.), a vitória de seu herdeiro Otaviano na Batalha de Áccio (2 de setembro de 31 a.C.), ou a data em que o senado romano outorgou a Otaviano o título honorífico Augusto (16 de janeiro de 27 a.C.).[nota 3] Assim, Império Romano tornou-se a designação utilizada, por convenção, para referir ao Estado romano nos séculos que se seguiram à reorganização política efectuada pelo primeiroimperador, César Augusto. Embora Roma possuísse colónias e províncias antes desta data, o Estado pré-Augusto é conhecido como República Romana.
A expansão romana começou na época da república, mas o império alcançou sua maior extensão sob o imperador Trajano: durante o seu reinado o Império Romano controlava aproximadamente 6,5 milhões de km² da superfície terrestre.[4] Por causa da vasta extensão doImpério e sua longa duração, as instituições e a cultura de Roma tiveram uma profunda e duradoura influência sobre o desenvolvimento dos idiomas, religião, arquitetura, filosofia, direito e formas de governo nos território governados, particularmente a Europa e, por meio do expansionismo europeu, em todo o mundo moderno.
No final do século III, Diocleciano estabeleceu a prática de dividir a...
tracking img