Impacto nutricional do pat no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4839 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Revista Panamericana de Salud Pública
Print version ISSN 1020-4989
Rev Panam Salud Publica vol.11 no.1 Washington Jan. 2002
doi: 10.1590/S1020-49892002000100004 
Impacto nutricional do programa de alimentação do trabalhador no Brasil1
 
Iracema Santos Veloso2 e Vilma Sousa Santana3
 
 
|RESUMO |Objetivos. Oprograma de alimentação do trabalhador do Ministério do Trabalho e Emprego |
| |do Brasil destina-se a garantir alimentação adequada a trabalhadores de baixa renda. |
| |Neste estudo, avaliou-se o impacto nutricional do programa, que atende cerca de 10 |
| |milhões de pessoas no país.|
| |Métodos. Este é um estudo de coorte dinâmica retrospectiva com 8 454 trabalhadores |
| |residentes no Estado da Bahia, Brasil. Utilizaram-se dados de prontuários médicos |
| |on-line pertencentes a uma organização que presta serviços de monitoramento da saúde de |
||trabalhadores a um grande número de empresas em todo o Estado da Bahia. Foram utilizados|
| |dados demográficos e nutricionais (peso e pré-obesidade). Informações adicionais foram |
| |obtidas junto às empresas em entrevistas telefônicas. |
| |Resultados. Ser beneficiário do programafoi associado positivamente a aumento de peso |
| |(razão de densidade de incidência ajustada por idade e sexo = 2,21; intervalo de |
| |confiança de 95% = 1,78-2,75). Não houve associação estatisticamente significativa entre|
| |participar no programa de alimentação e pré-obesidade. O risco de aumento de peso foi |
||maior entre os trabalhadores eutróficos, pré-obesos ou de baixo nível socioeconômico no |
| |início do seguimento (P < 0,05). |
| |Conclusões. Os resultados sugerem que o programa de alimentação do trabalhador tem |
| |impacto negativo sobre oestado nutricional dos trabalhadores de baixa renda. Suas |
| |estratégias, restritas a recomendações energético-protéicas, precisam ser reavaliadas |
| |para que efetivamente promovam a saúde do trabalhador. |
| ||
|Palavras chave |Inquéritos nutricionais, programas e políticas de nutrição e alimentação, avaliação de |
| |programas de nutrição, estado nutricional. |


 
 
No Brasil, as políticas de alimentação para o trabalhador se fundamentam na idéia de que a força de trabalho éelemento chave para a produção econômica. Estas políticas se materializaram na década de 1940, com a criação do serviço de alimentação da previdência social (SAPS), que perdurou até a década de 1960. No início da década de 1970, diante do agravamento dos problemas sociais, o governo redefiniu sua estratégia de enfrentamento da crise social e sanitária que então ocorria. Programas compensatórios dasdesigualdades sociais voltados para as necessidades básicas dos indivíduos foram criados. Dentre estes, o Programa Nacional de Alimentação e Nutrição (PRONAN) (1) se constituiu na proposta mais abrangente para combater os problemas alimentares no país. Sua elaboração se fundamentou em dados que apontavam deficiência calórica em 67% da população, prova de que o principal problema alimentar no...
tracking img