Impacto de redes sem fio manet

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Implementação e Análise de Impacto em Redes Sem Fios Manet

Diego Thetinski Rodrigues1 André Peres2 Resumo. O presente trabalho tem como seu principal objetivo a implementação de redes wireless Manet, ou seja, onde não existe a necessidade da utilização de um ponto central de acesso com capacidade de roteamento entre os dispositivos, pois o mesmo é efetuado pelos próprios dispositivos na rede.Como principais tecnologias utilizadas pode-se citar: Sistemas Operacionais como GNU/Linux e Windows, bem como utilização do protocolo de roteamento para redes Ad-Hoc OLSR(Optimized Link Staté Routing). A aplicabilidade aqui descrita apresenta algumas características de funcionalidades de comunicação e mobilidade existentes nas redes infra-estruturadas. O trabalho justifica a necessidade deaprimorar-se as funcionalidades já existentes nas redes tradicionais com utilização de tecnologias presentes nas Redes Manet. Palavras-chave: Análise de impactos, redes sem fios, Manet.

1

Introdução

Atualmente, vem sendo observado um grande crescimento nas áreas móveis de comunicação e cada vez mais vem se fazendo necessário a disponibilidade das informações de forma ágil, prática e segura. Oobjetivo deste trabalho, refere-se à implementação de uma Rede Manet, com a utilização de sistemas operacionais Linux e Windows, de forma com que consiga-se realizar a comunicação e troca de informações entre dois ou mais equipamentos que possuam o recurso de comunicação sem-fio, bem como apresentar os resultados obtidos com a realização do mesmo. As redes Manet as quais este trabalho refere-se sãoredes derivadas do modo Ad Hoc, ou seja, cada dispositivo comunica-se diretamente com outro, porém existe a possibilidade de que a informação trafegue através de nodos intermediários, ou seja, onde as próprias placas wireless nos dispositivos da rede funcionam como redirecionadores de tráfego.

1
2

Aluno da ULBRA – Curso de Sistemas de Informação, Professor orientador da ULBRA – Curso deSistemas de Informação,

A motivação para a realização deste trabalho vem pelo fator de que este tipo de estrutura permite facilitar a comunicação não só entre computadores, mas com qualquer dispositivo em uma rede sem-fios, além da possibilidade de equipamentos conseguirem comunicar-se entre si, sem a necessidade de um ponto central de acesso.

2

Referencial Teórico

As aplicações derede sem-fios estão dívidas em dois tipos: aplicações indoor e aplicações outdoor. Basicamente, se a rede necessita de comunicação entre dois ambientes distantes, a comunicação é realizada por uma aplicação outdoor (dois prédios de uma mesma empresa, por exemplo). A comunicação dentro de cada um dos prédios é caracterizada como indoor. A comunicação entre os dois prédios é realizada por umaaplicação outdoor. Atualmente existem dois tipos de ambiente onde os usuários móveis podem realizar comunicações sem-fio para acessar recursos distribuídos: as Redes Ad Hoc e as Redes BSS (Basic Service Sets) também conhecidas por redes infra-estruturadas. A flexibilidade e mobilidade que a tecnologia da rede sem-fio (WLAN) oferece podem gerar vantagens competitivas importantes. A seguir, será explicado omodo de funcionamento destes dois tipos de estruturas de redes sem-fios. 2.1 Redes BSS (Basic Service Sets)

Conforme PINHEIRO (2005),”as redes infra-estruturadas ou BSS, são formadas por um conjunto de estações sem-fio, controladas por um dispositivo coordenador denominado AP(Acess Point)” . Nenhuma estação conversa entre si sem antes passar pelo AP. Cada rede BSS tem seu próprio nome,identificado como SSID da rede. Clientes sem-fio conectam-se a estes pontos de acesso. O padrão IEEE 802.11 define o protocolo que as redes sem-fio usam para conexões. Normalmente o AP possui uma conexão com algum tipo de rede cabeada, sendo responsável também pela passagem de informações entre as redes. O AP funciona com o mesmo princípio de um equipamento concentrador (hub) para o ambiente sem-fio; e...
tracking img