Imoldja

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2896 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
“A educação física adaptada” e as perspectivas da inclusão

A Educação Inclusiva é uma orientação dominante na maioria dos países que subscreveram a Declaração de Salamanca em 1994.
Ao se definir a Educação Inclusiva (EI) como "Para todos e para cada um", procura-se desenvolver e construir modelos educativos que rejeitem a exclusão e promovam uma aprendizagem livre de barreiras. A EducaçãoFísica (EF), enquanto parte integrante e inalienável do currículo, tem-se mantido à margem deste movimento inclusivo.
Se por um lado as aparências indicariam uma menor dificuldade na inclusão de alunos com dificuldades nas aulas curriculares de EF, a realidade nos indica, no entanto, que o professor de EF se encontra menos preparados para responder aos desafios da Inclusão.
Existe na EF uma maiordificuldade em responder à diversidade. É sugerido que sejam melhorados os modelos de formação e apoio para possibilitar uma resposta mais adequada do professor de Educação Física.

Resenha
O paradigma da inclusão e mais precisamente, a inclusão escolar, nos coloca a necessidade de superarmos a atual organicidade da escola brasileira, de forma há redimensionarmos o tempo e o espaço escolar,considerando o estatuto histórico dos alunos e o processo em que se dá a construção do conhecimento. Os educadores precisam aproveitar as propostas e experiências bem sucedidas de inclusão escolar, já implantadas no Brasil e no exterior, especialmente, no tocante às especificidades de cada “deficiência” e aos limites e possibilidades do “alunado” da educação especial.
Estas propostas de mudanças daatual organicidade escolar brasileira, precisam ser subsidiadas por meio de investimentos na formação profissional, nas melhores condições de trabalho, em salários mais dignos, dito de outra forma, de maneira que se valorize o magistério em face do papel político e social que representam esses profissionais, na construção de outro modelo escolar que seja capaz de universalizar o acesso e garantira permanência de todos os alunos nas escolas brasileiras.
Não estaríamos no campo da Educação Inclusiva caminhando no sentido de avançar nos discursos e muito pouco no que diz respeito a um verdadeiro processo de inclusão? Não podemos analisar esta problemática de forma isolada, pois a “educação física inclusiva” está inserida num contexto mais amplo, e vive as mesmas limitações das demaismodalidades educacionais na sociedade brasileira. Sendo assim, neste processo não se trata apenas de matricular as crianças nas escolas, mas de garantir que permaneçam e aprendam, se desenvolvam e caminhem com autonomia.



A EDUCAÇÃO FÍSICA E A EDUCAÇÃO INCLUSIVA

A prática de atividades motoras no contexto escolar, mais precisamente o componente curricular Educação Física, próprio aosprofissionais da área, vem buscando formalizar ao longo dos anos a identidade de seus conteúdos, bem como a identidade dos objetivos gerais a serem alcançados neste contexto (BRACHT, 1999).
Com o passar dos anos, tem-se concretizado a ideia de que os jogos, esportes, lutas, danças e ginásticas sejam os próprios conteúdos da educação física. Dentro desses conteúdos existe um universo enorme depossibilidades de trabalho que devem ser definidos de acordo com as necessidades, desejos e potencialidades dos alunos (PEDRINELLI; VERENGUER, 2005).
Paralelo a este processo de busca de identidade, não menos importante, tem acontecido à inclusão de alunos com necessidades especiais em escolas regulares, por meio de amparo legal e com a responsabilidade social de não negligenciar a educação para essaspessoas de maneira adaptada. O planejamento do programa de educação física nas escolas inclusivas, adequado ao projeto político-pedagógico, deve ocorrer respeitando os princípios do desenvolvimento humano (SHAFFER, 2005) e as características próprias das pessoas com deficiência (GIMENEZ, 2005).
Carmo (2001) observou que professores de educação física de escolas inclusivas preferiam fazer arranjos,...
tracking img