Ilha do campeche

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1560 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ILHA DO CAMPECHE

Localizada a sudeste da Ilha de Florianópolis, a Ilha do Campeche mostra, através de Sua Arte Rupestre vestígios de uma civilização milenar sucedida pela passagem de espanhóis, portugueses, ingleses e açorianos. No final do século XVIII o Capitão Isidoro Pires, açoriano, constrói na Ilha as armações que iniciam o período da caça às baleias. Até 1940 era ocupada por famílias daArmação do Pântano do Sul, sendo que a partir desta data se encontra aos cuidados de dois ocupantes oficializados, a Associação Couto de Magalhães de Preservação da Ilha do Campeche e Pesqueira Pioneira da Costa.
A mata atlântica abundante na Ilha começou a ser depredada já com os primeiros colonizadores. O principal foco era o pau-campeche, que dá nome ao local e que, a exemplo do pau-brasil,era largamente usado para tingir tecidos. Além do extrativismo, a vegetação deu lugar a plantações de mandioca que alimentavam os pescadores estabelecidos na Ilha.
Com a ocupação da Ilha pela Associação de Pesca Amadora Couto de Magalhães, alguns animais exóticos foram inseridos no local para que exterminassem escorpiões e para que servissem de caça aos pescadores que por ventura ficassem ilhadospor conta do mau tempo. Com isso, macacos, quatis, galinhas e patos passaram a fazer parte da paisagem.
O problema é que a caça não atendeu à demanda, e houve um grave desequilíbrio ecológico. Com a mudança para Associação Couto de Magalhães para Preservação da Ilha do Campeche, os macacos foram eliminados da Ilha. No entanto, os quatis ainda permanecem no local, alimentando-se de ovos, pássarose de restos de comidas deixados pelos visitantes.
Sob um perímetro de 3.853,00 metros e uma superfície de aproximadamente 380.000 m2 a ilha do Campeche possui um riquíssimo ecossistema e abriga uma enorme e variada quantidade de sítios arqueológicos tanto Históricos quanto Pré-históricos.
São mais de 100 petróglifos distribuídos em 10 sítios arqueológicos, 9 estações líticas, monumentos rochosose sambaquis. Segundo estudiosos, o local possui sozinho mais inscrições rupestres que a Ilha de Santa Catarina, a Ilha do Arvoredo e a Ilha das Aranhas, todas juntas. Entre os sinais deixados pelos povos antigos estão símbolos geométricos, flechas, zoomorfos e antropomorfos e as máscaras, também encontradas nos costões da praia do Santinho. As oficinas líticas mostram amoladores em granito ediabásio. Os povos antigos também deixaram um monólito com nove metros de altura e um ponto magnético sinalizado com inscrição rupestre onde as bússolas têm comportamento alterado.
Por estes e outros atrativos a ilha vinha recebendo diariamente um elevado contingente de visitantes, aproximadamente 1.500 por dia, atingindo a elevada soma de 40.000 turistas que chegam dos mais diversos pontos do planetana alta temporada de verão. Os visitantes são transportados por embarcações de pesca artesanais, adaptadas para o passeio, provenientes das praias de Armação, do Pântano do Sul e Pântano do sul. Para que a preservação seja efetiva, agora são permitidos no máximo 400 visitantes por dia no local.
A partir do dia 10 de julho do ano 2000, a ilha foi tombada como Patrimônio Histórico e PaisagísticoNacional pelo IPHAN, devido aos apelos internacionais e das ONGs da região, motivados pelas denúncias de graves atos de vandalismo e falta de cuidados por parte de turistas e dos ocupantes deste tesouro nacional.
Desde 1991, a partir da iniciativa privada do Sr. Hugo Alaluf vêm-se desenvolvendo um trabalho de fiscalização e educação ambiental, através das visitas monitoradas com a participação dejovens entre 16 e 22 anos, pescadores e filhos dos ocupantes que recebem os turistas com sacolas plásticas para o lixo e informações contidas num panfleto educativo. A partir do ano de 1999 foi criada a Associação de guias mirins, depois transformada em AMAISC (Associação dos Monitores Ambientais da ilha do Campeche e do Sul da Ilha de Santa Catarina), quem vem gerenciando a visitação...
tracking img