Ilha das flores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2099 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Seminário sobre gigantismo e nanismo insular na Ilha de Flores, Indonésia

Tamanho, forma e função
Segundo Hildebrand e Goslow (2006, p. 423) “ [...] muitas funções do corpo dependem da razão superfície/volume, mas o volume e a superfície não aumentam igualmente conforme as dimensões lineares aumentam”. Por exemplo, Hildebrand e Goslow (2006, p. 425) afirma que
um mamífero gera calor emproporção ao seu volume, mas perde calor em proporção à área total de superfície. Dessa forma, pequenos mamíferos tendem a ter maior dificuldade em se manter aquecidos, enquanto que grandes mamíferos tem maior dificuldade em se manter frios; as forças que os músculos podem exercer e as cargas que os ossos podem suportar são aproximadamente proporcionais a suas áreas transversais; o oxigênio é absorvidoatravés da superfície, mas é utilizado pelo volume total do corpo; e os alimentos mais resistentes são reduzidos pelas superfícies dos dentes e absorvidos através da parede do tubo digestório, ainda que nutram todo o corpo.
Crescimento proporcional ou isométrico
É o princípio pelo qual, segundo Hildebrand e Goslow (2006, p. 423) “o animal pequeno se torna igual ao grande quando todas as suasdimensões lineares são multiplicadas pelo mesmo fator. Um se parece com uma versão ampliada do outro”.
Crescimento desproporcional ou alométrico
De acordo com Hildebrand e Goslow (2006, p. 425) é o princípio pelo qual “se duas ou mais estruturas crescem a taxas distintas, então, conforme o tamanho é alterado, as proporções corpóreas também o são”. Ainda de acordo Hildebrand e Goslow (2006, p. 425)a taxa metabólica basal dos vertebrados não é isometricamente proporcional, mas diminui com o aumento do tamanho corpóreo, pois é aproximadamente proporcional ao peso corpóreo elevado a 3/4. Uma outra adaptação é a modificação estrutural que aumenta as áreas de superfície desproporcionalmente, de forma que possam “acompanhar” o volume conforme o tamanho total aumenta. Por exemplo, para possuiruma quantidade suficiente de matéria cinzenta, o mamífero grande possui um cérebro com muitas reentrâncias.
Miniaturas
Hildebrand e Goslow (2006, p. 425) afirma que “os pequenos vertebrados tendem a queimar seu combustível mais rapidamente, possuem taxas cardíacas mais rápidas e maturam e morrem mais jovens que seus parentes maiores”. Entretanto, Hildebrand e Goslow (2006, p. 427) também afirmaque “há vantagens seletivas para o tamanho pequeno, as quais superam as desvantagens energéticas. Os vertebrados em miniatura podem explorar nichos extremos, encontrando abrigos seguros e fontes de alimento indisponíveis de outra forma”.
Gigantes
Hildebrand e Goslow (2006, p. 427) sugere que “uma tendência evolutiva, em favor do tamanho corpóreo maior, tem sido comum entre as linhagens devertebrados, particularmente entre aqueles com ancestrais moderadamente grandes”. Como vantagens seletivas do tamanho grande, Hildebrand e Goslow (2006, p. 427) cita
a liberdade para a predação; habilidade de vagar por áreas grandes em busca de alimento, água, abrigo ou territórios de reprodução; capacidade de usar e de produzir energia mais vagarosamente do que animais pequenos; e uma baixa razãosuperfície/volume e uma alta capacidade de produção de calor, o que permite um aquecimento e um resfriamento mais vagarosos.
Sustentação de gigantes terrestres
Hildebrand e Goslow (2006, p. 427) afirma que “os gigantes terrestres reduzem seus requerimentos de sustentação evitando oscilações desnecessárias (coluna geralmente mais rija), solavancos (raramente saltam ou galopam) e a exerção (seusmembros são pouco flexionados durante a locomoção)”. Hildebrand e Goslow (2006, p. 428) também indica que “outras modificações transferem parte do papel de sustentação dos músculos para os ossos”. Como exemplos destas modificações, Hildebrand e Goslow (2006, p. 428) cita
os ossos dos membros são orientados verticalmente; eixos colunares retos e superfícies de articulação alinhadas a eles; cabeças do...
tracking img