Idoso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1635 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
União das Instituições Educacionais
DO ESTADO DE SÃO PAULO LTDA
“UNIESP”







CURSO DE DIREITO.
“A condição do idoso na sociedade contemporânea”.









Michelli Da Silva Santos
Rafaela De Aguiar Santos













BIRIGÜI – 2012








“Acondição do idoso na sociedade contemporânea”.





























































FICHA DE AVALIAÇÃO






“A condição do idoso na sociedade contemporânea”.




Aprovado em:
BANCA EXAMINADORA


_______________________/__/___
Profº

União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo Ltda. -“Uniesp”


_______________________/__/___
Prof. ª

União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo Ltda. - “Uniesp”


_______________________/__/___
Prof. º

União das Instituições Educacionais do Estado de São Paulo Ltda. - “Uniesp”








Sumario:




• Resumo -------------------------------------- 06.• Introdução ----------------------------------- 06.

• Idoso na Sociedade ----------------------- 07.


• Idoso e Família ----------------------------- 07.

• Direito a aposentadoria ------------------ 07.

• O Idoso e o Direito Social -------------- 08.

• Saúde do idoso----------------------------- 10.

• Considerações Finais---------------------11.

• Bibliografia----------------------------------- 12.


| | |

















Resumo


O presente trabalho tem como intuito apresentar sobre o idoso na sociedade contemporânea.
Este trabalho tem o objetivo de levar ao próprio idoso,informações dos direito, para que a partir do conhecimento destes, preservem sua dignidade e assim possam fazer o uso pleno de sua cidadania.



Introdução


A população brasileira vem envelhecendo de forma rápida desde o inicio da década de 60. A sociedade já se depara com um tipo de demanda por serviços médicos e sociais em um contexto de importantes desigualdades regionais esociais.
Dados do Censo Demográfico de 2010 revelam um envelhecimento da população da cidade de São Paulo. Segundo números apresentados em reunião da Comissão Extraordinária Permanente do Idoso e de Assistência Social, hoje existem mais de 900 mil pessoas acima de 65 anos, ou cerca de 8% dos moradores da capital. Em 2000, esse número era de 560 mil (5,35%). Aprimoramento da qualidade de vida,medida, principalmente, pelo nível de autonomia e independência.
O papel social dos idosos mudou radicalmente dando outro significado ao envelhecimento. O sonho da aposentadoria sempre foi e continua sendo a aspiração de todos os trabalhadores. Antigamente, as pessoas se aposentavam ainda cedo e não mantinham mais contato com seus vínculos sociais. Elas mesmas se auto-subestimavam se isolandoe, com isso, assumiam cada vez mais uma situação de dependência.
Com esse crescimento, a sociedade necessitava de leis que protegem cada vez mais esse grupo de idosos. Em 2003 foi promulgada a lei 10.134 que, regulamentou o denominado Estatuto do idoso, sendo que a partir de sua promulgação, criaram-se programas de proteção aos idosos, só lembrando que antes desta lei, não existia nenhumaoutra que regulamentava essa proteção. O legislador mostrou em lei o que a sociedade já reivindicava há muito tempo, beneficiando assim essa parte da sociedade idosa que tanto necessitava de proteção e de direitos.


O Idoso na Sociedade

Na sociedade capitalista, a pessoa vale o que produz. O idoso é visto, nesta sociedade, como menos produtivo e acaba sendo substituídos pelos...
tracking img