Ideologia, cultura e consumo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução Com a utilização extrema dos meios de comunicação, em sua grande parte os de

comunicação de massa como uma de suas mais eficazes fontes disseminadoras, a ideologia das marcas instala-se de maneira sutil, pois assim com sua face ocultada pela forma do cotidiano, remetenos a simples condição de espectadores de uma realidade ingenuamente percebida. Nossa capacidade de interpretação dosfatos oriundos de conjunturas, é transformada por técnicas de condução ou indução visuais, impressas ou sonoras, dando-nos uma percepção ilusória de uma realidade imediata, o que chamaremos de caverna, retirando assim nossa experiência

subjetiva, gerando por tanto, uma forma de consciência da realidade, mas uma consciência parcial, ilusória e enganadora que se baseia na criação de conceitos epreconceitos como

instrumentos de dominação e estigma social e cultural. Deixando nossa capacidade de escolha

5

aberta ao consumo do produto A, B ou C, consumo esse de objetos ou idéias. Essa forma de consciência designa os sistemas de idéias que elaboram uma "compreensão da realidade"

preparada para ocultar ou dissimular o domínio de um grupo sobre outro. Friedrich Hegel descreveesse conceito de realidade real, em outra obra, tem como tema a alienação da consciência. Assim, de que maneira se dá o processo de inserção da marca como símbolo cultural,

identificando e excluindo classes sociais? E como essa exclusão define as relações sociais? Com base nessa linha reflexiva, exponho um problema social cujas implicações são visivelmente identificadas nas grandes metrópoles doBrasil. Traçando uma analogia entre o Mito da Caverna, Ideologia e Cultura, Apoiado nos conceitos de Hegel,

Schopenhauer, Tomaz Tadeu da Silva, Platão, Althusser e Kotler sobre a consciência, ideologia, cultura de massa, identidade e marketing inserida na sociedade moderna.

6

Parte I Definindo o perfil da Consciência e o conceito de Exclusão

7

A consciência

Acorrentados peloprocesso de alienação, o homem e as instituições criam para si leis e valores estabelecendo formas culturais, gerando um

conhecimento final a respeito da sociedade e sua cultura. Por assim dizer, Hegel redefine filosofia diante do problema das relações do pensamento com a objetividade, abrindo um novo campo para novas interpretações, cujas cognições extraídas do mundo como objeto de conhecimento,são nos apresentadas de formas corrompidas pela ideologia assimilada por nossos pares, criando-se toda uma base para inserção de valores ideológicos como religiosidade, códigos de conduta, entre outros. O “eu” reconhece-se a si mesmo no absoluto “ser-outro” anulando o existir como sujeito, provoca um comportamento imediato e receptivo. Porém o concreto da certeza sensível faz com que ela, o saberdo existente entorpecido pelo ser-outro apareça como conhecimento mais rico. A certeza sensível irá aparecer como a mais

8

verdadeira, pois ela ainda não abandonou o nada do objeto diante de si em toda sua completitude quando, na realidade, essa certeza se mostra como a verdade mais abstrata e mais pobre, pois ela é extraída e percebida com base no conhecimento metafísico “vulgar”, comum atodos. Nessa forma de consciência sensível não há investigações para a descoberta do eu real do objeto. Essa primeira capacidade de reflexão como base para todo um desenvolvimento crítico é prontamente substituída por desejos e ideologias nas bases da descoberta do “ser eu sujeito” diferentemente do “ser eu objeto” aplicação dessa substituição é dada através dos aparelhos

ideológicos do estado,criando assim “portas” de entradas para a consciência do “outro ser sujeito”. Assim reproduziremos e passaremos à próxima geração como se fosse a nossa verdade, sem o menor questionamento, pois a espetacularização social como meio e modo de vida irá inibir através da identificação cultural.

9

Os Aparelhos Ideológicos de Estado A escola faz parte do instrumento mais importante de...
tracking img