Ictericia neonatal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2758 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
0

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO ESPÍRITO SANTO – UNESC BRUNELLY DA COSTA SECATO ELIETE FROLHICH FELIPE DA SILVA THOMAS GELCIANE ZANOTTI IGOR CHAVES TOREZANI KAYO JOSÉ OVANI VENTURA SAMIRA VERLY DA SILVA NOGUEIRA

ICTERÍCIA FISIOLÓGICA E PATOLÓGICA NEONATAL

COLATINA 2013

1

BRUNELLY DA COSTA SECATO ELIETE FROLHICH FELIPE DA SILVA THOMAS GELCIANE ZANOTTI IGOR CHAVES TOREZANI KAYO JOSÉ OVANIVENTURA SAMIRA VERLY DA SILVA NOGUEIRA

ICTERÍCIA FISIOLÓGICA E PATOLÓGICA NEONATAL
Trabalho Acadêmico apresentado ao Centro Universitário do Espírito Santo – UNESC, sob orientação da Professora Roberta de Carvalho Caetano, (da disciplina de Fisioterapia Pediátrica, do Curso de Fisioterapia) como requisito para a obtenção de nota no Trabalho Específico.

COLATINA 2013

2

SUMÁRIOINTRODUÇÃO ......................................................................................................... 03 1 ICTERÍCIA NEONATAL ........................................................................................ 04 2 METABOLISMO DA BILIRRUBINA ..................................................................... 05 3 CRITÉRIOS ETIOPATOGÊNICOS DAS CAUSAS DE ICTERÍCIA NO PERÍODONEONATAL ............................................................................................................. 06 4 ICTERÍCIA FISIOLÓGICA .................................................................................... 06 5 ICTERÍCIA PATOLÓGICA ................................................................................... 07 5.1 ENCEFALOPATIA BILIRRUBÍNICA.................................................................. 09 6 ICTERÍCIA RELACIONADA AO ALEITAMENTO MATERNO ............................ 10 7 CRITÉRIOS PARA INVESTIGAÇÃO E EXAMES PARA DIAGNÓSTICO .......... 11 8 TRATAMENTO ..................................................................................................... 12 CONCLUSÃO.......................................................................................................... 15 REFERÊNCIAS ....................................................................................................... 16

3

INTRODUÇÃO

Muitos bebês, logo depois que nascem, ficam com um tom de pele amareloalaranjado que pode se estender também para as conjuntivas e outros tecidos do corpo. O nome desse quadro é icterícia neonatal, que corresponde à expressãoclínica de hiperbilirrubinemia, uma doença comum entre os recém-nascidos e que, se detectada e controlada, não apresenta maiores riscos. Entretanto, na ultima década, houve o ressurgimento dessa doença, principalmente em recém-nascidos próximos ao termo ou de termo em aleitamento materno e que recebem alta antes de 48 horas de vida. Assim, em qualquer recémnascido ictérico, é necessário determinar osfatores epidemiológicos e dosar a bilirrubina total com a finalidade de identificar o risco de desenvolvimento de hiperbilirrubinemia significativa, sempre antes da saída da maternidade, que deve ocorrer após as 48 horas de vida. Assim, neste trabalho abordaremos o processo da icterícia neonatal, o metabolismo da bilirrubina, as suas classificações e diferenciações da icterícia e seu tratamento. 4

1 ICTERÍCIA NEONATAL

A icterícia é o sinal clinico mais comum no período neonatal. Está presente em cerca de 80% de todos os recém-nascidos, com maior frequência nos prematuros (SIMÃO, 2002). Isto ocorre porque, com o nascimento, há uma transição do metabolismo da bilirrubina no estagio fetal para o neonatal (AIRES, 2006). A icterícia é definida como coloração amarelada da pele,escleróticas e membranas mucosas, consequente à deposição, nesses locais, de pigmento biliar (bilirrubina), o qual se encontra em níveis elevados no plasma (hiperbilirrubinemia). A icterícia é clinicamente detectada quando a concentração sérica de bilirrubina ultrapassa 2-3mg/100ml (valor normal: 0,3-1,0mg/100ml) (MARTINELLI, 2004). A icterícia fisiológica manifesta-se 48 a 72 horas após o nascimento....
tracking img