Humanizasus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Política Nacional de Humanização: um modelo de gestão
Ms. Darana Azevedo

Contexto
Principais ideias da reforma sanitária:
 



Democracia: a utopia igualitária (universalidade, eqüidade); Reconhecimento da determinação social do processo saúde-doença, trazendo uma perspectiva de atenção integral; Proposição de uma nova divisão do trabalho em saúde, incluindo um papel ativo dousuário na construção da saúde.

Contexto

Constituição federal de 1988 a saúde é descrita como um direto de todos e dever do Estado, regida pelos seguintes princípios: Universalidade, Integralidade, Equidade, Participação social e Descentralização.

Contexto

O modelo tecnoassistencial, a organização da gestão e as maneiras como se faz a política de saúde são todos elementos críticos nestasituação.

Contexto

A mudança das práticas de saúde e a reorientação do modelo tecnoassistencial são campos em que o SUS ainda não foi capaz de produzir avanços significativos.

Contexto
Um dos aspectos que mais tem chamado a atenção quando da avaliação dos serviços é o despreparo dos profissionais para lidar com a dimensão subjetiva que toda prática de saúde supõe.

HumanizaSUSHumanizaSUS é uma política pública de saúde, criada em 2003, que reafirma os princípios da universalidade, equidade e integralidade do SUS mas, também, propõem outros como a transversalidade, a indissocialibilidade entre atenção e gestão e protagonismo, coresponsabilidade e autonomia dos sujeitos e dos coletivos.

HumanizaSUS

O HumanizaSUS lança mão de ferramentas e dispositivos para consolidarredes, vínculos e a co-responsabilização entre usuários, trabalhadores e gestores, potencializando a garantia de atenção integral, resolutiva e humanizada.

Marcas a serem atingidas:

   

Redução de filas e o tempo de espera baseados em critérios de risco; Profissionais e os serviços de saúde de referência; Garantia de informações ao usuário, acompanhamento e os direitos do código dosusuários do SUS; Gestão participativa aos seus trabalhadores e usuários assim como educação permanente aos trabalhadores.

Eixos de Ação


No eixo das instituições do SUS: Pretende-se que a PNH faça parte do Plano Nacional, dos Planos Estaduais e Municipais dos vários governos, sendo pactuada na agenda de saúde (agenda de compromissos) pelos gestores e pelo Conselho de Saúde correspondente; Eixos de Ação


No eixo da gestão do trabalho: Propõe-se a promoção de ações que assegurem a participação dos trabalhadores nos processos de discussão e decisão, fortalecendo e valorizando os trabalhadores, sua motivação, o autodesenvolvimento e o crescimento profissional;

Eixos de Ação


No eixo do financiamento: Propõe-se a integração de recursos vinculados a programasespecíficos de humanização e outros recursos de subsídio à atenção, unificando-os e repassando-os fundo a fundo mediante o compromisso dos gestores com a PNH;

Eixos de Ação


No eixo da atenção: Propõe-se uma política incentivadora do protagonismo dos sujeitos e da ampliação da atenção integral à saúde, promovendo a intersetorialidade;

Eixos de Ação


No eixo da educação permanente:Indica-se que a PNH componha o conteúdo profissionalizante na graduação, pós-graduação e extensão em saúde, vinculando-a aos Pólos de Educação Permanente e às instituições de formação;

Eixos de Ação


No eixo da informação/comunicação:

Indica-se por meio de ação de mídia e discurso social amplo a inclusão da PNH no debate da saúde;

Eixos de Ação


No eixo da gestão da PNH: Indica-se oacompanhamento e avaliação sistemáticos das ações realizadas, estimulando a pesquisa relacionada às necessidades do SUS na perspectiva da humanização.

Atenção básica

Ações que devem ser desenvolvidas por meio do exercício de práticas gerenciais e sanitárias, democráticas e participativas, sob forma de trabalho em equipe, e dirigidas a populações de territórios bem delimitados, pelas...
tracking img