Humanização dos trabalhadores no centro de terapia intensiva

Páginas: 32 (7947 palavras) Publicado: 2 de novembro de 2011
A HUMANIZAÇÃO DOS TRABALHADORES NO CENTRO DE TERAPIA INTENSIVA

Introdução:

O centro de terapia intensiva (CTI) é muitas vezes vinculado á imagem de um local de sofrimento e morte iminente. O profissional de enfermagem que se ingressa na disputa por uma vaga nesta unidade, já traz mitos associados ao que à sociedade passa, através da mídia e suposições sem cunho palpável.
Por ser umaunidade no hospital que se dedica ao atendimento de casos, onde o cuidado intensivo e a gravidade dos problemas exigem serviços constantes e especializados, essa imagem coincidem em partes coma realidade.
As características intrínsecas do CTI como, rotina de trabalho mais acelerado, situações de morte iminente acabam por exacerbar um clima constante de apreensão, e tensão mutua da equipe de enfermagem,médicos familiares e todos os profissionais envolvidos na recuperação do cliente.
Estes aspectos somados a dimensão individual do sofrimento da pessoa hospitalizada tais como o medo, dor, sofrimento, ansiedade, isolamento do mundo, trazem sem duvida vários e fortes fatores que influenciam um atendimento mais especializado, para que auxilie no processo contínuo da convalescença contando com umaparato material e tecnológico que será capaz de monitorar e atuar precocemente em alterações críticas para o estabelecimento das funções vitais.
Para tanto uma equipe multidisciplinar treinada é indispensável, Sendo que o conhecimento exigido sempre é voltado à técnica e manuseio de equipamentos, e muitas cobranças relacionadas com o cumprimento das tarefas que lhes foram delegadas.Justificativa:

O profissional de enfermagem que se ingressa na disputa por uma vaga em um CTI, já traz mitos associados ao que á sociedade passa sobre o que e qual a sua real função naquela unidade, que são passados através da mídia e suposições sem cunho palpável.
Estes mitos são alimentados devido à falta de informações específicas durante seu curso profissionalizante. (AMARAL ,2001).
AMARAL (2001)Caracteriza o ritmo da CTI como “Ininterrupto e atividades constantes, luzes, ruídos e aparelhos estranhos.” Consequentemente aumentando os fatores determinantes do estresse.
Os questionamentos surgiram a partir da realidade vivenciada em um hospital do interior paulista, sendo discorridos nesta pesquisa os principais motivos que podem acarretar a esta condição de estresse.
Baseado na literatura,juntamente com uma pesquisa de campo realizada no local da observação, fará com que haja a oportunidade de adotarmos primórdios para minimização do estresse, para que toda a equipe de enfermagem possa desenvolver seu trabalho com a excelência para as três partes – profissional – clientes – familiares.
Tendo como principal aliado à humanização do profissional de enfermagem, A humanização encontrarespaldo, também na Constituição Federal, de acordo com o artigo primeiro, inciso III, que assinala “a dignidade da pessoa humana”, como um dos fundamentos do Estado Democrático de Direito. (AMARAL,2001).
A dignidade da pessoa humana, que deve se enquadrar na qualidade da assistência prestada, nas condições que este profissional possui para executar suas funções de forma plausível, e navalorização do profissional de enfermagem.
Indagações foi surgindo, á partir de alguns dos inúmeros artigos publicados com o tema humanização, que está presente na maioria dos protocolos hospitalares, e até aplicados na rotina hospitalar, mas como um todo voltado à clientela.
Partindo do pressuposto ao fim que se destina, estaremos englobando a realidade, juntamente com a coleta de dados, associando com ahumanização na prática.

Objetivo Geral:
Identificar a percepção dos trabalhadores de enfermagem de uma CTI de um hospital do interior paulista quanto à humanização de seu ambiente de trabalho.

Objetivo específico:
Caracterizar a população em estudo quanto: Sexo, Idade, categoria profissional, Tempo de atuação, Carga horária por turno, horas dedicada ao lazer e humanização da equipe....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • HUMANIZAÇÃO EM TERAPIA INTENSIVA
  • Humanização da assistência de enfermagem na unidade de terapia intensiva
  • A contribuição do Psicólogo para desmistificação dos Centros de Terapia Intensiva
  • Terapia Intensiva
  • Terapia intensiva
  • terapia intensiva
  • O trabalho da enfermagem e a humanização do cuidado na unidade de terapia intensiva neonatal
  • Humanização da assistência em enfermagem na unidade de terapia intensiva: uma revisão de literatura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!