Humanismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1602 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Organização de apresentação

Ordem de apresentação:

1. Kátia

2. Silene Montalvão

3. Nayara Alves

4. Keilla Fernandes e

5. Jossiane Duarte

Kátia: CARACTERÍSTICAS GERAIS ai depois da Silene CONHECIMENTO.

Silene:Homem- Mundo e Sociedade – cultura

Nayara: Educação e escola

Keilla Fernandes: Ensino- aprendizagem e professor- aluno

Jossine: Metodologia,Avaliação e Considerações Finais.

Ser Ativo

Este trabalho apresenta uma proposta de extensão para formação continuada de
professores alfabetizadores com o objetivo de enfatizar o papel ativo da criança na
aprendizagem da escrita e da leitura, tanto em nível cognitivo, interpessoal e social,
utilizando a Linguagem como mediação simbólica entre sujeito e meio social, como
preconiza apsicologia sócio-histórica.
A proposta inclui oficinas com conteúdo teórico e prático que visam estimular as
professores a utilizarem a produção de narrativas pela própria criança, colocando-a
como uma leitora do mundo cultural que lhe cerca, e o professor como um cooperador
da mesma nesse processo.
A Escola, como espaço de linguagem, de narrativas, pode se apropriar do simbólico,da
representação, para enfatizar processos de aprendizagem que podem contribuir
diretamente como o desenvolvimento cognitivo, afetivo e social dos educando.
Como aluno ativo em sua aprendizagem e como sujeito capaz de produzir um discurso sobre o que percebe de sua realidade, pode pensar sobre seu contexto sociocultural, e suas ações nele, assim como utilizar esse recurso em seu processoformal de alfabetização. Na perspectiva sócio-histórica, a criança constrói e é construído pelo seu universo sociocultural e histórico, por meio da interação social, sendo a comunicação um elemento importante.
Tomando como base metodológica o conceito vigotskiano de Zona de Desenvolvimento
Próximo (ZDP), o projeto incide sobre a possibilidade de expansão de conhecimentos que acriança já possui acerca do mundo que observa, para novos níveis de compreensão e elaboração de aspectos dessa realidade, por meio de narrativas, com o auxílio da professora como interlocutor, e das outras crianças.
As narrativas podem ser co-construídas pelas crianças, ou construídas individualmente e depois compartilhadas como as demais, enfatizando a colaboração e troca de idéias entre asmesmas. O projeto visa incorporar na formação de professores alfabetizadores a percepção da criança também como sujeito social em seu processo de alfabetização, capaz de comunicar seus pensamentos sobre o contexto que vive.
Á produção das narrativas associamos a produção de fantoches como apoio lúdicopedagógico na alfabetização. O projeto encontra-se em fase final, e sua receptividade pelasescolas participantes do mesmo, demonstra sua viabilidade e sua contribuição para a formação de professores alfabetizadores no sentido teórico proposto.

A Educação Infantil tem papel importante no desenvolvimento da expressividade da criança, porque por essa expressividade um desdobramento de fatores psicológicos, afetivos e sociais pode ser promovido. O educador infantil, consciente daspossibilidades da expressividade intelectual e afetiva da criança para narrar e produzir
histórias sobre a realidade que percebe ou que imagina, pode criar um espaço simbólico
importante para o desenvolvimento integral da criança, preparando bases para a alfabetização.

Conteúdo Prográmatico: Setembro

PROJETO PRIMAVERA:
EDUCAÇÃO INFANTIL

OBJETIVO GERAL

Valorizar o meio ambientecom o despertar da consciência ecológica através da reciclagem de materiais transformando sucata em arte, entender a importância da natureza e de sua preservação e desenvolver a compreensão do nosso passado histórico formando um cidadão consciente.
Trabalhar a percepção tátil, a coordenação motora fina e grossa, as linhas, as cores, os aromas, as medidas, os numerais, formas, texturas...
tracking img