Humanismo antigo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2454 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Católica de Pernambuco 11/04/12
Aluno: Esdras Alencar e Silva
Turma: MP11
Disciplina: Humanismo e Cidadania
Prof: Arthur Peregrino

O Humanismo Antigo










HUMANISMO DOS GREGOS
A base de a cultura ocidental dar-se pelo legado Grego, berço que exerceu influência em todo o Humanismo ocidental, seja eleenglobada na característica Cristã ou não. Em resumo, não há de se falar em Humanismo sem a influência Grega dentro dos ditames estabelecidos nessa cotenda.
Três personagens são de uma importância ímpar no desenvolvimento da cultura Grega e podem ser divididos no contexto da idade antiga cristã até a Idade Média (Platão), Idade Media ( Platão, mas em boa parte, para não dizer a maioria das vezes,Aristóteles) e na idade moderna tendo como seu principal vetor um dos homens mais influentes existentes na história da humanidade ( Sócrates).
A teoria e Arte Grega estão dentro do que se chama praxe, tratando do Humanismo, onde tem como escopo o homem como centralizados das ações existentes nos dias correntes;
OS PRÉ-SOCRÁTICOS
Este período Antecede os três principais expoentes do pensamentoocidental e que influenciou e influencia até hoje, os principais expoentes desse período são Sócrates, Platão e Aristóteles. Nietzsche e Heidegger pr exemplo, chegam a afirmar que aqueles são os únicos legítimos influenciadores do pensamento ocidental, embora essa tese seja discutível, ninguém duvida da importância dos pré-socráticos como fontes do pensamento grego e , portanto, de toda FilosofiaOcidental.
Dizia-se que os pré-socráticos eram extremamente preocupados com o mundo externo, atribuindo a problemática antropológica no pensamento filosófico aos sofistas e principalmente a Sócrates. Agora essa problemática é inconstante, pois os escritos dos pré-socráticos são espaços e muitas vezes indedutíveis da forma que eram postas.
Outro pré-socrático muito influente foi Heráclito deÊfeso, ele foi um dos maiores estimuladores do pensamento em todos os tempos; sua tese de devir universal é reconhecida mundialmente e sua “fala” mais famosa é de que: nunca, ninguém banha-se na água do mesmo rio mais de uma vez.
OS SOFISTAS
Filósofos ou educadores? Eis a principal divergência acerca dos Sofistas na visão dos pré-socráticos. Hoje a palavra Sofista é tratada de maneira pejorativa,como “sofisma” que é aquele que argumenta algo como verdadeiro, mas no fundo é de uma falsidade eminente. Eles são conhecisos como argumentadores natos, onde fazem uso da palavra para conseguir seus objetivos, sejam eles morais ou não; eles se situam entre os séculos V e VI antes de Cristo; Platão e Aristóteles foram dois eminentes depreciadores do pensamento Sofista; Platão os ridicularizouconstantemente e segundo o livro objeto desta síntese Aristóteles os chamava de “pregoeiros de uma sabedoria aparente”.
Não dá para fazer uma avaliação objetiva dos Sofistas pelo fato de serem bem esparços suas teses colocadas pelos estudiosos da época, mas podemos observar que o grande mérito deles perpassa pela sua insistente atenção dos problemos humanos para avaliação por parte dos sábios. W. Jaegerconsidera os sofistas como os primeiros humanistas do ocidente, por eles terem sidos os fundadores da “padéia”, isto é, da educação.
Retornando ao pensamrento de Platão e Aristóteles uma crítica veemente de ambos é que os Sofistas usavam a retórica como um comércio, onde a “boa fala” era posta o financeiro e sem mensurar as consequencias advindas dessa linha de pensamento.
SÓCRATES
Sócratesnasceu e morreu em Atenas, ele viveu de 469-399 aC, é um dos principais expoentes do pensamento Grego e consequentemente um dos maiores influenciadores da cultura pensante Ocidental;
O grande problema de atribuir alguns feitos postos a ele é que não existe nada escrito com relação a este pensador, o que sabemos é o que foi deixado pelos seus discípulos, principalmente Platão e Xenofonte;...
tracking img