Huhuhuh

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4696 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

PSICANÁLISE
SIGMUND FREUD

A Psicanálise IN: Bock, Ana Mercês Bahia. Psicologias: uma introdução ao estudo da
psicologia. São Paulo: Saraiva, 2002.

Fadman, James. Teorias da Personalidade. São Paulo: Harbra, 1986.



SIGMUND FREUD
▪ 1856-1939
▪ Judeu. Nasceu na Moravia, hoje Tchecoslováquia. Quando tinha 4 anos sua família mudou-se para Viena.
▪ Em 1881, formou-seem medicina pela Universidade de Viena e especializou-se em psiquiatria. Começou a clinicar atendendo pessoas acometidas de “problemas nervosos”.
▪ Trabalhou em Paris com Jean Charcot, psiquiatra francês que tratava as histerias com hipnose. Freud percebeu que, na histeria, os pacientes exibem sintomas que são anatomicamente inviáveis, como falta de sensibilidade na mão e sensações normais nopulso e braço. Tornou-se claro que a histeria era uma doença psíquica e não fisiológica, requerendo uma explicação psicológica.
▪ Em 1886, de volta à Viena trabalhou com a hipnose terapêutica, em parceria com Breuer, experiente médico e cientista. Posteriormente, passou a utilizar o método catártico.
▪ Desenvolveu a Psicanálise como um método de investigação sobre o funcionamento da vidapsíquica, que se caracteriza pelo método interpretativo, o qual busca o significado oculto daquilo que é manifesto por meio de ações e palavras ou pelas produções imaginárias, como os sonhos, os delírios, as associações livres, os atos falhos.
▪ Subjacente a todo pensamento de Freud está o pressuposto de que o corpo é a fonte básica de toda experiência mental.
▪ Em 1938 emigrou para a Inglaterra,falecendo no ano seguinte.

DETERMINISMO PSÍQUICO
▪ Freud inicia seu pensamento teórico assumindo que não há nenhuma descontinuidade na vida mental ( nada ocorre ao acaso, há uma causa para cada pensamento, para cada memória revivida, sentimento ou ação.
▪ Cada evento mental é causado pela intenção consciente ou inconsciente e é determinado pelos fatos que o precederam.

REALIDADE PSÍQUICA
▪É tudo aquilo que para o indivíduo assume valor de realidade, mesmo que não corresponda a realidade objetiva.

SINTOMA
▪ É a produção somática ou psíquica (comportamento ou pensamento) resultante de um conflito psíquico entre o desejo e os mecanismos de defesa.
▪ Ao mesmo tempo, sinaliza e busca encobrir um conflito, substituir a satisfação de um desejo.




ESTRUTURA DO APARELHOPSÍQUICO


3 sistemas ou instâncias psíquicas:
CONSCIENTE - PRÉ-CONSCIENTE - INCONSCIENTE

CONSCIENTE
▪ É apenas uma pequena parte da mente, inclui tudo o que estamos cientes num dado momento.
▪ É o sistema do aparelho psíquico que recebe ao mesmo tempo, as informações do mundo exterior e do interior.
▪ Nesta instância psíquica destaca-se o fenômeno da percepção, da atenção e doraciocínio.

INCONSCIENTE
▪ Sustenta a premissa inicial de que há conexões entre todos os eventos mentais.
▪ Quando um pensamento, um sentimento ou uma ação parece não estar relacionada aos pensamentos, sentimentos ou ações que os precedem, as conexões estão no inconsciente.
▪ É constituído por elementos instintivos, que nunca foram conscientes e que não são acessíveis à consciência, por materialque foi excluído da consciência, censurado e reprimido. Este material não é esquecido ou perdido, mas não lhe é permitido ser lembrado.
▪ É atemporal e contém as fontes da energia psíquica e as pulsões.

PRÉ-CONSCIENTE
▪ Estritamente falando, o pré-consciente é uma parte do inconsciente, mas uma parte que pode tornar-se consciente com facilidade.
▪ As porções de memória que são acessíveisfazem parte do pré-consciente.



PULSÕES OU INSTINTOS
▪ Há uma distinção entre os termos pulsão e instinto.
→ Pulsão - processo dinâmico que consiste numa pressão ou força que faz tender o organismo para um alvo.
→ Instinto - esquema de comportamento herdado, próprio de cada espécie animal, que pouco varia de um indivíduo para outro, que se desenrola segundo uma seqüência...
tracking img