Hueciencas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8938 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CONSIDERAÇÕES INICIAIS


A Gravidez é um fenômeno natural, que gera adaptações anatômicas, fisiológicas e bioquímicas durante um curto espaço de tempo da gravidez. Começa desde a concepção até o término da lactação, em algumas gestações, essas alterações podem levar a intercorrências clínicas em sua evolução, colocando em risco a saúde da mãe e do concepto. (RAMOS, 2000).


Aadolescência compreende o período de vida que se estende dos 10 aos 20 anos incompletos, conforme critérios da Organização Mundial de Saúde, e dos 12 aos 18 anos, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente. (LIMA, 2012)


A adolescência caracteriza-se por ser um período de descoberta do mundo, dos grupos de amigos, de uma vida social mais ampla. A gravidez pode vir a interromper,na adolescente, esse processo de desenvolvimento próprio da idade, fazendo-a assumir responsabilidades e papéis de adulta antes da hora, já que dentro em pouco se verá obrigada a dedicar-se aos cuidados maternos. Uma em cada cinco meninas engravida até os 18 anos no mundo, alerta Organização Mundial de Saúde – OMS. Anualmente, 16 milhões de adolescentes, entre 15 e 19 anos, dão a luz um bebê.Estima-se que aproximadamente 20 a 25% das gestantes no Brasil sejam adolescentes. Cerca de 3 milhões de adolescentes de 15 a 19 anos fazem abortos inseguros todos os anos. (BRASIL, 2012)


E notável que nas ultimas décadas houve um significativo aumento de gestação tanto no grupo de 10 a 14 anos quanto no grupo de 15 a 19 anos, não só no Brasil como em outros países, porem o índice seencontra mais elevado em países em desenvolvimento, onde o nível de alfabetizados e fatores socioeconômicos e culturais da população e mais baixo. (MINAS GERAIS, 2006)


No Brasil em, em 1996, segundo (FEBRASGO, SD) estimou-se um total de 48,6 milhões de jovens, sendo que destes, 36,4% de pré-adolescentes (10-14 anos), 34,32% de jovens adolescentes (15 a 19 anos), e 29,54% de jovens adultos(20-24 anos).em 1998, o SUS registrou aproximadamente 700 mil pontos entre adolescentes, destacando, 37 mil entre meninas de 10 a 14 anos. São muitos os fatores que condicionam tamanha frequência de gravidez na adolescência, dentre os mais discutidos, podemos enfocar: maturações sexuais precoces iniciam da vida sexual mais cedo pouco conhecimento e uso de métodos contraceptivos, retardo da idade docasamento, fragilidade da tutela familiar, e processo de aceleração de urbanização com significativa mudança no estilo de vida.


Outro fator também importante, é que o início da ciclicidade menstrual coincide com a desaceleração do crescimento, e com a formação corpórea avançada, tornando, a menina “adulta”, apta para iniciação sexual e procriação. Porém, biologicamente formada, asadolescentes em grande parte da sociedade não se encontram preparadas psicologicamente para uma eventual gestação, e geralmente acaba tentando esconder enquanto pode, por medo de repressões por parte da família. Ao estacionar nesse estágio, devido “adiar o casamento” para idades mais tardias, e ao forte estímulo sexual que temos atualmente, principalmente por parte da mídia, a iniciação sexual se tornacada vez mais precoce, e determinam suas consequências (FEBRASGO, SD).


No presente estudo objetiva-se, mostrar, esclarecer e buscar uma possível solução para esse problema de saúde pública do país, que esta diretamente ligada com a prevenção, promoção, e restauração da saúde, e deve ser tratado criteriosamente pelos profissionais que atuam na área. Visando a prevenção, enfatizandométodos contraceptivos, e divulgando essa realidade, na promoção, evitando uma nova gravidez não planejada novamente na adolescência (em adolescentes antes gestantes), e restauração evitando complicações e agravos na saúde do binômio mãe-filho.




















































REFERENCIAL TEÓRICO






Uma...
tracking img