Hudson

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1097 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A ANÁLISE ERGONÔMICA FEITA PELA ERGO


A Ergo detém hoje o maior know-how sobre Ergonomia no Brasil. Procurando constantemente conhecimento técnico em centros de referência de países social e tecnologicamente desenvolvidos, promovendo cursos de especialização, fazendo pesquisas e aperfeiçoando seus profissionais em Doutorado e Curso de Especialização, pudemos gradativamente incorporar umatecnologia de análise ergonômica do trabalho caracterizada pela alta qualidade da pesquisa e pela praticidade na abordagem das soluções dos problemas detectados. Nossa tecnologia é referência para o Brasil inteiro, através de livros publicados e da procura de nossos cursos por profissionais de todo o Brasil.

A análise ergonômica com o padrão da Ergo é feita qualitativamente e quantitativamente,esta última quando necessário.

A análise qualitativa compreende uma avaliação das condições de trabalho basicamente através da observação da forma com que se trabalha e de entrevista com os trabalhadores e encarregados. Para tanto, o consultor responsável pelo trabalho baseia-se no seu conhecimento técnico sobre Ergonomia, procurando verificar se as leis gerais do aproveitamento racional e derespeito às características fisiológicas e biomecânicas do trabalhador estão sendo seguidas naquela condição de trabalho. Nosso método é denominado ANÁLISE ERGONÔMICA DO TRABALHO OBJETIVA E PARTICIPATIVA, e envolve as seguintes etapas:

- Entrevista com os trabalhadores, identificando com eles as ações técnicas que envolvem desconforto, dificuldade, fadiga excessiva e mesmo dolorimento;

-Percepção dos trabalhadores quanto às melhorias necessárias visando eliminar o desconforto e as dificuldades;

- Participação na análise ergonômica do trabalhador experiente, do técnico da máquina, do facilitador e de outras pessoas necessárias (manutenção, suprimento, responsável por terceiros, etc.);

- Identificação sistemática de ações técnicas no trabalho, situações ergonomicamente inadequadas,riscos para o organismo, gravidade e medidas de melhoria ergonômica;

- Análise detalhada da organização do trabalho, através de entrevistas e procura de dados secundários da organização e verificação detalhada de mecanismos de regulação existentes.

- Clara definição do risco ergonômico daquela tarefa, nas seguintes categorias: ação técnica normal, situação de desconforto/dificuldade/fadiga,hazard (exposição com baixa probabilidade de lesão ou comprometimento), risco ergonômico e alto risco ergonômico.

- Definição das melhorias necessárias.

- Definição das soluções provisórias até a adoção das soluções definitivas.

- Clara definição de prioridades.

A análise quantitativa compreende algumas possibilidades, a saber:

- Quando o trabalhador exerce muita força no trabalho, aintensidade da força é medida através de eletromiografia de superfície ou de dinamometria. Os dados levantados por estas medidas quantitativas são comparados com os limites de tolerância conhecidos para o ser humano, chegando-se à conclusão quanto à adequação/inadequação da condição de trabalho;

- Quando o trabalhador exerce grande esforço com a coluna vertebral, a intensidade do esforço équantificada com o uso de modelo biomecânico computadorizado tridimensional, ferramenta desenvolvida pela Universidade de Michigan, EUA. Este programa de computador nos informa a força de compressão nos discos da coluna vertebral naquela tarefa, informando também a porcentagem de trabalhadores capazes de fazer aquela tarefa em cada uma das articulações do corpo.

- Quando o trabalho envolve omanuseio de cargas, a quantificação deste esforço e sua comparação com os limites de tolerância aceitos pela comunidade internacional é feita pela aplicação do critério do NIOSH para o levantamento manual de cargas, em que se analisa a distância horizontal do indivíduo à carga, a distância vertical da carga até o piso, a freqüência do esforço de levantamento, a rotação lateral do tronco e outros...
tracking img