Http://www.youtube.com/watch?v=grfanxp87-c

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1757 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Osteoartrose

Patologia articular crônica, caracterizada por progressivas alterações degenerativas de cartilagem hialina, associadas à esclerose do osso subcondral e neoformação óssea reacional sob forma de osteófitos. O paciente evolui com artralgia e limitação funcional de grau variado, e, em alguns casos, com deformidades articulares.
Algumas articulações comprometidasapresentam, ocasionalmente, óbvias alterações inflamatórias, o que poderia justificar a definição da patologia como osteoartrite.
Epidemiologia
A osteoartrite ou osteoartrose (OA) é a forma mais comum de doença articular. Estima-se que um terço dos indivíduos > maior que 35 anos de idade apresentam alguma evidencia radiográfica de OA, com sua prevalência bastante aumentada a partir da 8ºdécada. Embora a maioria dessas pessoas, particularmente as mais jovens, apresentem a doença branda ou relativamente assintomática, a OA é uma das causas de incapacidades em pessoas >65 anos de idade.
É uma doença universal, afetando ambos os sexos e todos os grupos étnicos. A incidência e prevalência da Osteoartrose variam, dependendo da definição do diagnostico por método clínico, radiológico,ou por uma associação de ambos. Homens e mulheres parecem igualmente predispostos a desenvolver a patologia, porém nas juntas são comprometidas mais nas mulheres, e, em geral nos estudos clínicos, observa-se incidência maior no sexo feminino.


Etiologia
Osteoartrose é dividida em 2 grupos quanto a etiologia.
É definida como primária quando alterações da fisiologia dacartilagem hialina, geneticamente determinadas, precipitam a degeneração articular;
Secundária quando resulta de trauma ou de alterações biomecânicas da articulação.
Não existe uma causa única para o seu desenvolvimento. Alterações em um dos constituintes da articulação (colágeno, proteoglicanos, condrócitos, osso subcondral, membrana sinovial) podem afetar os demais.
AOsteoartrose é o resultado final comum de uma série de mecanismos patológicos, que causam disparidade entre o estresse mecânico aplicado à articulação e a capacidade da cartilagem hialina de suportar o estresse.
Idade é um fator de risco com a mais forte associação para o desenvolvimento da Osteoartrose em todos os sítios articulares, apesar de o envelhecimento não causar, por si só, a sintomatologiae alterações típicas da doença.
Sexo influencia tanto na prevalência quanto na incidência da patologia. Considerando o critério clinico, as mulheres são mais comprometidas que os homens, e enquanto nas mulheres idosas o acometimento é mais frequentes nas mãos, pés, joelhos, e coluna cervical, nos homens é mais comum acometimento nos quadris e coluna lombar.
Obesidade tem associaçãopositiva com a osteoartrose, principalmente para o acometimento dos joelhos.
São considerados fatores de risco
Idade ( 40 em mulheres e 50 em homens)
Sexo
Obesidade
Esforços repetitivos
Trauma
Fisiopatologia
As alterações histológicas iniciais ocorrem na cartilagem articular, com modificações qualitativas e quantitativas na rede de colágeno eproteoglicanos que sustenta o tecido, e progressiva perda de condrócitos. Essas alterações levam a uma modificação das propriedades biomecânicas da cartilagem, precipitando a degeneração progressiva, com erosão e liberação de fragmentos de tecido no líquido sinovial. A fagocitose desses fragmentos pode desencadear um processo inflamatório de baixo grau, com proliferação e espessamento da membranasinovial. No osso subcondral ocorrem congestão vascular e aumento da atividade osteoblástica, com consequente esclerose óssea e formação de osteófitos marginais. Cistos ósseos podem também se formar, e o processo pode avançar até ocorrer o desalinhamento e deformidades articular.
O acometimento é mais comum em algumas articulações como interfalangianas, joelhos, quadris, e coluna....
tracking img