Http://4.bp.blogspot.com/ ul5gef6g4hi/syzyjhxf3ni/aaaaaaaaeqy/72e95tx29l4/s1600-h/bessinha098432.jpg

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (964 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O INSS publicou no site www.mps.gov.br as ocorrências de cada empresa no que se refere às concessões de benefícios para efeito do cálculo do FAP – Fator Acidentário de Prevenções ocorridas no períodocompreendido entre maio/2004 e 31 de dezembro de 2006.





Caberá a cada empresa agora impugnar ou não os lançamentos efetuados. Para ter acesso às informações a empresa tem quecredenciar um representante dela junto à unidade local do INSS. Ele então receberá uma senha que dará acesso às informações da empresa.

O FAP será divulgado em setembro de 2008, e poderá reduzir à metadeou dobrar a taxa de recolhimento do SAT – Seguro de Acidentes do Trabalho, incidente sobre a folha de pagamento mensal. Logo, é de fundamental importância que cada empresa verifique a sua situação comurgência, porque o prazo para impugnação encerra no dia 30 deste mês.
Caso a empresa não impugne nada, os registros mencionados pelo INSS serão considerados benefícios de auxílio-doença equiparáveisa acidente do trabalho e onerarão o cálculo da FAP.

Informações a respeito do FAP que estão disponíveis no site da Previdência Social citam casos de auxílio-doença previdenciário (B-31) e 18casos de auxílio-doença por acidente de trabalho (B91). Detalham em relatório intitulado FAP – Favor Acidentário de Prevenção, a espécie de benefício como Espécie 31 – Auxílio-doença previdenciário.Citam, para essa espécie de benefício, o número do NIT do trabalhador.

Através da Portaria MPS n.° 457, de 22.11.07, informam (§ 1° do art. 1.°) que serão considerados aqueles benefícios da empresa eo Agrupamento-CID da entidade mórbida incapacitante, temporária e permanente, acrescidos daqueles decorrentes de pensão por morte acidentária.

Há um prazo de 30 dias (Art. 2.° da Portaria emquestão) a partir de 30 de novembro último para a empresa impugnar junto ao INSS a indevida vinculação de benefício ao NIT, ao Agrupamento-CID e à empresa, no que couber. Isso significa que até 30...
tracking img