Homem e sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2205 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Pergunta 1

Considere o trecho do livro-texto de Homem e sociedade e assinale a alternativa correta no que diz respeito à manutenção das sociedades.

“As normas e os valores precisam ser mantidos, e, para isso, há uma espécie de 'vigilância'. Existem vários níveis de 'vigilância' que a sociedade cria para zelar pelo cumprimento dos valores e das normas. Um é o institucional. Existeminstituições para punir quem não se comporta 'adequadamente', como escolas, prefeituras, a polícia, as leis e a jurisdição, além do Estado. (...).

Também existe outro nível de 'vigilância', que é o convívio social. Em todos os nossos contatos podemos observar como as pessoas julgam todo o tempo a conduta uns dos outros. Frases como: 'mas também, mereceu!', 'fulano é muito fofoqueiro', 'eu não fariaisso', 'você pode me explicar por que fez isso?' entre tantas outras, são uma forma que os indivíduos demonstram que é preciso que todos participem de alguma forma do conjunto de valores, e que as normas devem valer para todos. Os que não seguem as normas e os valores são repreendidos, e recebem um tipo de punição moral, psicológica”. 72

Resposta a. É perceptível o controle dos indivíduos pelogrupo, porém não costuma haver dispositivos de condução e repressão do comportamento, no cotidiano.

b. As instituições escolas, prefeituras, a polícia, as leis e a jurisdição, além do Estado, existem somente para vigiar e punir.
c. O papel dos valores e costumes na referida manutenção é sempre mínimo, pois quando se trata de impor condutas, o que conta mesmo são as leis e o sistemapenal.
d. Não é comum as pessoas sentirem-se cobradas pela sociedade em geral, e pelos grupos que integram.
e. Há muitos mecanismos de controle e todos nascem do julgamento com base em valores.
.1 pontos
Pergunta 2

A partir dos trechos do Caderno de Homem e Sociedade, de Kenia Kemp (p. 62-3) sobre simbolização, símbolos fora de contexto, assinale a alternativa correta.
“Como ossímbolos cotidianos dependem de consenso em torno da interpretação, é muito comum que quando usados em um contexto diferente do original, eles sejam interpretados de formas completamente diferentes da convenção da cultura que lhe deu origem.
Isso porque ao saírem de sua cultura original, podem ir parar em lugares onde não há essa convenção sobre como ele deve ser interpretado. Então, o que acontece éque as pessoas tendem a dar o sentido mais apropriado ao seu próprio contexto. O que os indivíduos fazem, nesse caso, é idêntico ao trabalho feito pelo tradutor, ou seja, as pessoas tentam adequar os símbolos de outras culturas à sua própria linguagem e vida social.
Ou seja, quando se “adota” símbolos de outras culturas, de outras convenções sociais, a tendência é que as pessoas façam um esforçopara adaptar os significados possíveis desse símbolo à sua própria realidade”.


Resposta a. A tatuagem tribal (maori, por exemplo) conserva seu significado em contextos diferentes.


b. Não pode ocorrer o desenraizamento dos significados, pois são absolutos, invariáveis em seus significados.
c. Não se deve ficar interpretando símbolos, principalmente se não forem da própriacultura.
d. O que a autora quer dizer com convenção é uma maneira dos símbolos não terem perdas ou sofrerem mudanças na transferência de lugar.
e. O “consenso em torno da interpretação” trata-se de, essencialmente, do processo de comunicação.

.1 pontos
Pergunta 3

Leia os seguintes trechos do artigo de Armand Mattelart (p. 12-3) e assinale a alternativa cuja afirmação siga alinha de raciocínio da abordagem antropológica do livro-texto da disciplina Homem e Sociedade.

“A trigésima terceira Conferência Geral da Unesco, em Paris, adotou, no dia 20 de outubro de 2005, uma convenção sobre a proteção e a promoção da diversidade cultural com a quase unanimidade dos 154 países presentes. Dois foram contrários: Estados Unidos e Israel. Quatro abstenções: Austrália,...
tracking img