Homem: sujeito costrutor ou construído pela sociedade?

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (509 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3

2 A MORALIDADE 4

4 CONCLUSÃO 7

REFERÊNCIAS 8

INTRODUÇÃO

A moralidade de crianças e jovens é uma preocupação marcante dos adultos emgeral. Os pais, em especial, preocupam-se com seus filhos desejando que evitem violar as regras e leis apresentem comportamentos considerados adequados mesmo distante de suas vistas e evitemcomplicações de qualquer espécie.
Insatisfeito com o enfoque da teoria psicanalista e das teria de aprendizagem social para explicar a socialização e considerada a aplicabilidade do enfoquecognitivo, kahlberg dedicou-se ao estudo do desenvolvimento moral, redefinido os estágios de julgamentos moral proposta do Piaget (1932).

a moralidade

Ao longo do tempo, todas astransformações ocorridas na sociedade são resultados da ação humana. Da Pré-história ate nosso período são exemplos da iniciativa humana na mudança das formas de viver de uma sociedade.
Emsala de aula, para que meu aluno se compreenda como sujeito construtor e construído pela sociedade, e importante que o aluno saiba:
Respeitar e cumprir com as regras determinadas porum adulto, reconhecer e validar as aulas como um espaço de participação e construção coletiva.
Apreciar e valorizar o dialogo como forma de construir espaço interessantes deintegração e convívio em grupo.
Por mais simples que sejam nossas ações elas podem contribuir para melhorar ou piorar a vida de alguém e é a partir dai que o ser humano é umsujeito construído e construtor da sociedade.
Segundo o autor Piaget na frase dá autonomia moral entre (8 e 12 anos ) o proposito e consequência das regras são consideradas pelascrianças e a obrigação baseada na reciprocidade. A criança se caracteriza pela moral da igualdade ou de reciprocidade.
Na frase de heterônima moral a criança percebe as regras como...
tracking img