Homem economico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 49 (12040 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Natureza Humana e o ‘Homem Econômico’ Milliano
Laura Valladão de Mattos
Doutora pelo IPE-USP

RESUMO
Este artigo analisa, de forma abrangente, a concepção de Mill sobre a natureza humana. São discutidas as principais características de sua visão sobre psicologia e sobre o papel desempenhado pelas instituições na formação do caráter individual, além de alguns aspectos de seu ideal de homem.Esses elementos são essenciais para uma boa compreensão do significado do “homem econômico” milliano, abstração sobre a qual ele funda a ciência da economia política.

PALAVRAS-CHAVE
J. S. Mill, homem econômico, utilitarismo, natureza humana

ABSTRACT
This paper presents a fairly comprehensive account of John Stuart Mill’s conception of human nature. The main features of his view onpsychology and on the role played by the institutions in molding the individual character are discussed, as well as some aspects of his ideal of man. These elements are essential to the comprehension of the meaning of Mill’s “economic man”, the abstraction upon which he defines the object of political economy.

KEY WORDS
J. S. Mill, economic man, utilitarianism, human nature

EST. ECON., SÃO PAULO,V 27, N. 1, P. 69-96, JANEIRO-ABRIL 1997 .

70

A Natureza Humana e o Homem Econômico Milliano

INTRODUÇÃO
ste trabalho tem como objetivo apresentar a concepção de John Stuart Mill sobre a natureza humana e explicitar a relação que existiria, para ele, entre a natureza do homem e as diversas ciências sociais. Como a economia política é uma dentre essas ciências, esta análise serve de basepara discutirmos o status que a abstração do ‘homem econômico’ assumiu em seu pensamento. Na literatura brasileira recente encontramos várias interpretações sobre o significado que teria a abstração utilizada por Mill para definir a ciência da economia política (o ‘homem econômico’ milliano) e sobre a visão de ciência e de mundo que estaria implícita a esta definição.1 No entanto, esses trabalhosapresentam uma preocupação mais de metodologia do que propriamente de história do pensamento econômico - tendo por objetivo muitas vezes criticar a abordagem metodológica adotada pelo mainstream. Por conta desse viés, de uma forma geral essas interpretações fundamentam-se basicamente na análise de um artigo clássico sobre a definição e o método da economia política publicado por Mill em 1836, enão têm a preocupação de contextualizá-lo no restante de sua obra. Todavia, acreditamos que essa contextualização é importante até mesmo para chegarmos a um bom entendimento sobre aspectos puramente metodológicos da obra desse autor. Este trabalho visa justamente preencher esta lacuna, fornecendo, com base em um universo bem mais amplo de textos, o que consideramos ser um fundamento mais sólido paraas discussões de metodologia da economia política em Mill.

E

1. RELAÇÃO ENTRE A NATUREZA HUMANA E AS CIÊNCIAS SOCIAIS
A natureza humana está, para Mill, na base de todas as ciências sociais. Segundo ele, todos os fenômenos sociais teriam que ser explicados em termos das ações individuais, o que nos permitiria situá-lo entre os que hoje denominamos individualistas metodológicos. No entanto,a posição de Mill é um tanto mais forte, pois as resultantes sociais teriam que ser remetidas não só às ações individuais, mas às motivações dos homens. Na psicologia humana estaria o fundamento de todas as ciências sociais. Esta posição fica evidenciada na seguinte afirmação de Mill:

1. Ver PRADO (1991), PAULANI (1991), BIANCHI (1988).

Est. econ., São Paulo, 27(1):69-96, jan-abr 1997 Laura Valladão de Mattos

71

“As leis dos fenômenos da sociedade são, e não podem ser senão aquelas leis das ações e paixões de seres humanos reunidos no estado social. Os homens, não obstante o estado social, ainda são obedientes às leis da natureza humana individual. Os homens não são, quando juntos, convertidos em outro tipo de substância com propriedades diferentes ... Seres humanos em...
tracking img