Homem de ferro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 88 (21986 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Projeto rumo ao ita
Foram descobertas as seguintes propriedades para os raios catódicos.

Química estrutura atômica
Introdução
Diz a lenda que foi observando os grãos de areia na praia que os gregos Demócrito e Leucipo, cerca de 450 anos antes de Cristo, tiveram a primeira concepção atomística. Achavam eles que toda a matéria era formada por diminutas partículas, às quais chamaram de átomos,que em grego significa “indivisíveis”. Hoje, nós sabemos que toda a matéria é formada por átomos, partículas extremamente pequenas, mas não indivisíveis. Sabemos que o átomo contém prótons, nêutrons e elétrons. E sabemos também que os prótons e os nêutrons são formados por partículas ainda menores, que são chamadas de “quarks”. E mais ainda: no interior do átomo, o que mais existe é espaço vazio.A eletrosfera é cerca de 10000 a 100000 vezes maior que o núcleo do átomo!

1ª. Os raios catódicos possuíam massa; 2ª. Os raios catódicos possuíam carga elétrica negativa; 3ª. Os raios catódicos se propagavam em linha reta. Posteriormente, os raios catódicos foram chamados de elétrons. A descoberta dessas partículas é atribuída a J. J. Thomson, físico inglês que conseguiu medir a relação entresua carga e sua massa (e/m) pela análise do movimento do elétron quando submetido a um campo elétrico ou magnético. Para o elétron, em um campo magnético, temos: e v = m BR Sendo: v = velocidade atingida pelo elétron em um campo elétrico-magnético de indução; B = módulo do vetor indução magnética; R = raio da trajetória circular descrita pelo elétron no campo magnético.

O átomo de Dalton
Porvolta de 1808, o inglês John Dalton, utilizando combinações químicas, formulou a seguinte teoria. • Toda a matéria é formada de átomos, esferas extremamente pequenas, maciças, homogêneas, indivisíveis e indestrutíveis. • Os átomos do mesmo elemento químico são idênticos em massa. • Em uma reação química, os átomos das substâncias reagentes se reorganizam para formar os produtos.

Aexperiência de Millikan
A determinação da carga do elétron foi feita em 1909, pelo físico estadunidense Robert Millikan, através da observação do movimento, em um campo elétrico, de gotículas de óleo eletrizadas. O experimento de Millikan consiste em pulverizar um óleo dentro de uma câmara contendo gás ionizado. Na queda, as gotas de óleo ficam eletrizadas com um ou mais elétrons.Isso ocorrendo com várias gotículas, cada uma delas deve adquirir a carga correspondente a 1 elétron ou mais de um. Medindo-se a carga das várias gotículas, o máximo divisor comum dos resultados obtidos é a carga do elétron. A medição da carga de uma gotícula é feita através de dados obtidos de seu movimento dentro do campo elétrico, ao ser observada com o auxílio de um microscópio.
M

T N C Modelo "bola de bilhar", de Dalton.

O modelo de Dalton não explicava os fenômenos da eletricidade e da radioatividade, bem como a existência dos isótopos, tendo por isso se tornado obsoleto.

A descoberta dos elétrons
Em meados do século XIX, Sir William Crookes criou um tubo de vidro que ficou conhecido como ampola de Crookes, o qual continha um gás rarefeito (gás à baixapressão) que era submetido a uma descarga elétrica. Vários experimentos foram realizados, observando-se a formação de uma mancha luminosa em frente ao cátodo (polo negativo). Constatou-se que havia um feixe de partículas que partia do cátodo, ao qual se chamou de raios catódicos.
Ânodo

L

O

A

+++++++ G J −−−−−−−− B J

R

Gerador

Cátodo
 A experiência de Millikan, da gota de óleo. Mé um manômetro para a regulagem, na câmara C, da pressão do gás que vem pela tubulação T. N é o nebulizador do óleo e R é um tubo produtor de raios X. A e B são placas planas e paralelas eletrizadas. Há um orifício O na placa A, pelo qual uma gotícula G de óleo entra no campo elétrico, iluminado pela lâmpada L através da janela lateral J.

Vácuo
 A experiência dos raios catódicos....
tracking img