Hobbes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1184 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Capítulo XVI
1) O ser cujas palavras ou ações são consideradas ou como suas próprias ou representam as palavras ou ações de outro homem ou algum outro ser ao qual são atribúidas, Verdade ou Ficção
2) Utilizamos quando palavras e ações são próprias deste homem
3) Quando usa-se palavras e ações de outro homem
4) Uma pessoa é o mesmo que um ator, tanto no Palco como na normalConversação. Personificar é, atuar ou representar a si mesmo ou a outro.
5) Ator = representante de palavras e atos. Autor = dono de sua palavras e atos
6) É o direito de realizar uma ação
7) Quando o ator faz um pacto por autorização, obriga o Autor a ter mesmas consequencias. (o que foi dito antes sobre pacto aplica-se aqui)
8) Se um ator atua contra a lei da natureza por causa de umpacto anterior com o autor, então, a infração é do autor.
9) Obriga o autor; a autorização imaginário obriga apenas o ator, já que não existe outro a não ser ele mesmo.
10) Coisas inanimadas não podem ser autores e portante não podem dar autorização aos atores
11) Quando a organização é representada por um homem ou uma pessoa que possa atuar com o consentimento de todos participantes damultidão
12) A voz de um homem representando vários homens, é considerada como a voz de todos.

Capítulo XVII
1) É a preocupação com sua prórpia conservação, a garantia de uma vida mais feliz. A vontade de deixar a condição de Guerra.
2) Não dão a minímica segurança para ninguém se não tiverem o temo de algum poder que obrigue a respeitá-las
3) Terá de confiar somente em suaforça e sua capacidade.
4) Acontece que existem algumas razões:
* Os homens se envolvem em competição pela honte e pela dignidade, surge então inveja ódio e finalmente a guerra.
* Não existe diferente entre bem comum e bem individual nos animais normais, acabam buscando o bem individual, mas de quebra alcançam o bem comum.
* Homens constantemente julgam-se melhores que os outrostentando sempre instalar seu modo de pensar, acabando nos levando a desordem e a guerra civil
* Perturbamos nossa paz com o decontentamento sobre o bem e o mal, o bom e o mau aumentando a importância deles
* Injúria e dano não são distinguidos por essas criaturas e portanto nunca se sentem ofendidas por seus semelhantes.
5) Qual é o único caminho possível para instituir um poder comum?Conferir toda força e poder a um homem ou a uma assembléia de homens, que possa reduzir as diversas Vontades, por pluralidade de votos, a uma só Vontade.
6) O que é consentimento?
7) O que cada homem diria a cada homem em um pacto?
Autorizo e desisto do direito de governar a mim mesmo a este homem ou a esta assembleia de homens com a condição de que desistas também de teu direito, autorizandoda mesma forma todas as duas ações.
8) O que é o estado?
uma pessoa instituida pela grande mutidão, mediante pactos recípricos uns cons os outros, como Autora; de modo a poder usar a força e os meios de todos, da menira que achar conveniente para assegurar a paz e a defesa comum.
9) O que é o soberano?
o títular desse poder
10) O que são os súditos?
todo o restante
11) Comopode ser adquirido o poder do soberano?
de duas forças, pela força natural, através o homem obriga seus filhos a se submenterem-se à sua autoridade, podendo destruí-los em caso de recusa, ou ainda, quando os homens concordam entre si em submerem-se VOLUNTARIAMENTE a um homem ou a uma assembleia de homens esperando serem protegidos
12) O que é chamado de estado de instuição e estado deporaquisição?
esse último é o de instituição enquanto o primeiro é o de aquisição.

Cap. XVIII
1. Quando um Estado é considerado instituído?
Quando uma multidão de homens concorda e pactua que qualquer homem ou assembléia de homens a ser atribuído um poder atribuído pela maioria em um represente (que tem o Direito de representar), sendo os atos decididos por esses acatados por todos, pelos que...
tracking img