Hobbes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1142 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Hobbes: o medo e a esperança
Hobbes defendeu o termo ‘estado de natureza’ que diz o homem pode ter todas as coisas e faz de tudo para consegui-la, mesmo utilizando-se de maus meios; foi um filosofo contratualista, ou seja, para ele o estado e a sociedade nasceram de um contrato: os homens viveriam sem poder e sem regras, até o momento em que fizeram um pacto e estabeleceram regras de convíviosocial e de subordinação política. Hobbes, como todos os contratualista, foi muito criticado por defender essa ideia do contrato, pois, como Sir Henry Maine disse era impossível que selvagens que nunca tiveram contato social, se unissem e montassem uma assembleia para assinar um pacto e elaborar regras, já que o contrato só pode ser estabelecido quando há uma longa experiência da vida em sociedade.A Guerra se Generaliza
Maine cometeu um erro. Para os contratualistas os homens selvagens isolados se juntam numa clareira para fazer um simulacro de constituinte. Por ora: o homem natural de Hobbes não é um selvagem. É o mesmo homem que vive em sociedade. Melhor dizendo, a natureza do homem não muda conforme o tempo, ou a historia, ou a vida social.
Se não há um Estado controlando ereprimindo, fizer a guerra contra os outros é a atitude mais racional que eu posso adotar (é preciso enfatizar esse ponto, para ninguém pensar que o “o homem lobo do homem”, em guerra contra todos, é anormal; suas ações e cálculos são os únicos racionais, no estado de natureza).
A política só será uma ciência se soubermos como o homem é de fato, e não na ilusão; e só com a ciência política será possívelconstruirmos Estados que se sustentem, em vez de tornarem permanente a guerra civil.
Hobbes deduz que no Estado de Natureza todo homem tem direito a tudo.

Como pôr termo a esse conflito?

Thomas Hobbes em sua obra Leviatã explana seu ponto de vista sobre a natureza humana e a necessidade de governos e sociedades. O individuo Hobbesiano não almeja tanto os bens, mas a honra. Uma das causas daviolência reside na busca da gloria.
O estado de natureza é uma condição de guerra, porque o homem se imagina poderoso, perseguido, traído.
Direito de natureza é a liberdade que cada homem tem de usar seu próprio poder em defesa de sua própria vida.
Como pôr termo a esse conflito? Há uma base jurídica para isso, Hobbes define a lei de natureza como um preceito ou regras geral, estabelecido pelarazão, mediante o qual todo homem deve procurar a paz. De modo, o direito consiste na liberdade de fazer ou de omitir e a lei determina ou obriga a uma dessas duas coisas.
Para Hobbes não basta o fundamento jurídico. É preciso que exista um Estado dotado da espada, armada, para forçar os homens ao respeito.
A sociedade nasce com o Estado. Jean Bodim, no século XVI é o primeiro teórico a afirmarque no Estado deve haver um poder soberano.
Hobbes desenvolve essa ideia e monta um Estado que é condição para existir a própria sociedade.
Na tradição contratualista, se distingue o contrato de associação (pelo qual se forma a sociedade) do contrato de submissão (que institui um poder político, um governo, e é firmado entre a sociedade e o príncipe). Na concepção de Hobbes não existe primeiro asociedade e depois o poder (O estado). Porque sem governo os homens se matam uns aos outros.
O poder do governante tem que ser ilimitado,absoluto.
Hobbes concebe um contrato diferente, Sui Generis. O soberano não assina o contrato- este é firmado apenas pelos que vão se tornar súditos, não pelo beneficiário. O soberano só surge devido ai contrato.

Igualdade e liberdade

No Estado o poderé absoluto.
A liberdade e igualdade duas palavras que segundo Hobbes perdem seu valor retórico capazes de gerar ambição e guerra.
A igualdade é o fator que leva a guerra generalizada, sendo que o homem passa a desejar a mesma coisa que o outro quer.
Hobbes reduz a liberdade a uma determinação física, dizendo que os impedimentos determinado por algum corpo externo, impedi de ter liberdade de...
tracking img