Hiv, um questionamento

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1072 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
NITERÒI

Disciplina: Biosserança
Professora: Sabrina Vargas Martine

NATÁLIA REIS e WILSON JR.
5º período de biomedicina

Rio de Janeiro, abril de 2012.

1. INTRODUÇÃO
Segundo a UNAIDS (UNAIDS, 2004), o total de pessoas vivendo com o HIV atingiram em 2004 quarenta milhões no mundo, resultado de um crescimento progressivo nos últimos quatro anos, e que cinco milhões adquiriram ainfecção somente naquele ano.
A análise desses dados nos despertou a procura por conhecer a forma de crescimento desta estatística, onde pudemos observar que uma parte das contaminações foi por acidente de trabalho, que na maioria das vezes poderiam ser evitados.
O presente estudo visa identificar os fatores envolvidos no grau de percepção do risco profissional de contágio para o HIV/Aids, por parte daequipe de saúde lotada no HCAMP; analisar as práticas de bioproteção, as rotinas de descarte de material e o protocolo de atendimento dos PS acidentados desenvolvidas no HCAMP e compará-las às normas vigentes preconizadas e, por último, identificar os fatores militares inerentes ao HCAMP que possam explicar eventuais suscetibilidades da equipe de saúde à infecção acidental pelo HIV/Aids. Em suma,este trabalho tem como objetivo principal identificar situações no HCAMP que contribuem para o risco de exposição profissional para o HIV/Aids.
Baseado nos artigos escolhidos, vimos que em duas esferas diferentes, se tem uma responsabilidade de promover uma condição favorável de biossegurança em relação a diminuição dos acidente e a preparação de profissionais para manter uma norma de segurança.O HIV hoje é a doença que mais assusta os profissionais da saúde, onde existem protocolos para cumprimento nos caso de acidente de trabalho e proteção individual e coletiva.
Infelizmente muitos profissionais não dão a devida importância aos EPI’s e EPC’s, promovendo ainda, grande número de acidentes com materiais biológicos.

2. DESENVOLVIMENTO
Nestes artigos as principais fontes depesquisa foram os estudos das formas de conduta e condições no ambiente de trabalho, observando em todas as esferas, erros e mudanças para conduzir os profissionais a uma conduta de métodos de biossegurança. Tanto na visão de um paciente comum, quanto na visão de um profissional como fonte de contaminação.
Existem padrões pré estabelecidos para uma boa conduta, como estar com suas vacinas em dia e teruma higiene correta. Porém os profissionais da saúde têm que fazer muito mais do que isso, como, por exemplo, conhecer muito bem o local em que trabalha e as normas que ali se aplica, compreendendo e manuseando os materiais biológicos com segurança e precisão.
O não uso dos EPI’s é a principal causa de acidentes biológicos. Sabe-se que grande parte dos profissionais da saúde tem conhecimentosobre as medidas preventivas, e sua importância para a própria proteção, e proteção do paciente, e mesmo assim não fazem uso pleno dos mesmos.

2.1 E se o profissional for HIV positivo?
Como retrata nosso segundo artigo, com base em estudos em biossegurança também é aplicado normas e éticas a profissionais portadores do vírus HIV. De acordo com o artigo, após um caso de um dentista americano quecontaminou seis dos seus pacientes com o vírus do HIV, houve-se uma mobilização para produzir um método padrão para o profissional portador da doença.
Há uma contradição entre paciente HIV+ e o profissional HIV+. Não se aceita que o profissional da saúde rejeite um paciente HIV+,porém os mesmo profissionais,em alguns casos, são rejeitados e afastados do trabalho por serem HIV+.
Estudos mostramque o risco de aquisição do HIV por profissionais da saúde é maior do que o risco do paciente adquirir por conta de um profissional HIV+. E nem por isso os pacientes são discriminados.
O objetivo desse artigo, baseado em capítulo de monografia, é fornecer aos TS portadores de agentes veiculáveis por sangue, informações que os orientem quanto às suas atividades de maneira segura, e também...
tracking img