Hitoria do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2187 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
GRUPO CONTINENTAL
FACULDADE UNISABER
CURSO DE SERVIÇO SOCIAL
1º PERIODO
Almerinda Gomes dos Santos
Gracinete Ferreira da Cruz

FUNDAMENTOS HISTÓRICOS E TEORICO-METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL

Santa Fé do Araguaia - TO
2012
Almerinda Gomes dos Santos
Gracinete Ferreira da Cruz



Trabalho entregue ao professor Marcos Soares da Costa, referente à disciplina de economia política destainstituição, como requisito para obtenção de nota parcial do 1ª semestre.


Santa Fé do Araguaia - TO
2012
Introdução

A atividade econômica e o estudo da economia surgiram devido a existência de três fatores: o aparecimento do excedente econômico, a produção para troca, a divisão do trabalho e o uso de instrumentos mais produtivos. Desta forma, a economia averigua e indaga sobreas condições e causas do estado da riqueza da sociedade e dos indivíduos. Ela indaga como os meios e os modos para aumentar o potencial da riqueza e da sociedade ocorrem. De acordo com os neoclássicos, o objetivo final da atividade humana é satisfazer as necessidades humanas, para a economia marxista é a produção de mercadorias.

Trabalho, sociedade e valor

Na base da atividade econômica está otrabalho – é ele que torna possível a produção de qualquer bem, criando valores que constituem a riqueza social. Por isso os economistas políticos sempre concederam ao trabalho uma importância especial em seus estudos.
O trabalho é muito mais que um elemento da Economia Política. De fato, trata-se de uma categoria que, além de indispensável para a compreensão da atividade econômica, faz referênciaao próprio modo de ser dos homens e da sociedade.
O que chamamos de trabalho é algo substantivamente diverso dessas atividades. Na medida em que foi se estruturando e desenvolvendo ao longo de um larguíssimo decurso temporal, o trabalho rompeu com o padrão natural daquelas atividades:
Em primeiro lugar, porque o trabalho não se opera com uma atuação imediata sobre a matéria natural;diferentemente, ele exige instrumentos que, no seu desenvolvimento, vão cada vez mais se interpondo entre aqueles que o executam e a matéria;
Em segundo lugar, porque o trabalho não se realiza cumprindo determinações genéticas; bem ao contrário, passa a exigir habilidades e conhecimentos que se adquirem inicialmente por repetição e experimentação e que se transmitem mediante aprendizado;
Em terceiro lugar,porque o trabalho não atende a um elenco limitado e praticamente invariável de necessidades, nem as satisfaz sob formas fixas; se é verdade que há um conjunto de necessidades que sempre deve ser atendido (alimentação, proteção contra intempéries, reprodução biológica etc.), as formas desse atendimento variam muitíssimo e, sobretudo, implicam o desenvolvimento, quase sem limites, de novasnecessidades.
À diferença das atividades naturais, o trabalho se especifica por uma relação mediada entre o seu sujeito (aqueles que o executam, homens em sociedade) e o seu objeto ( as várias formas da natureza, orgânica e inorgânica).
Seja um machado de pedra lascada ou uma perfuradora de poços de petróleo com comando eletrônico, entre o sujeito e a matéria natural há sempre um meio de trabalho, uminstrumento (ou um conjunto de instrumentos) que torna mediada a relação entre ambos.
A realização do trabalho só se dá quando essa prefiguração ideal se objetiva, isto é, quando a matéria natural, pela ação material do sujeito, é transformada.
Tudo isso requer um sistema de comunicação que não deriva de códigos genéticos, uma vez que se relaciona a fenômenos que não se configuram como processos naturais,mas a fenômenos surgidos no âmbito do ser que trabalha – por isso, o trabalho requer e propicia a constituição de um tipo de linguagem (a linguagem articulada) que, além de aprendida, é condição para o aprendizado.
O trabalho é, sempre, atividade coletiva: seu sujeito nunca é um sujeito isolado, mas sempre se insere num conjunto (maior ou menor, mais ou menos estruturado) de outros sujeitos....
tracking img