Historiografia brasileira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4427 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Historiografia Brasileira

A partir do Capítulo 1 (Fronteiras da Europa) de Raízes do Brasil, responda:
1. Considerando da colonização, que diferenças SBH percebe entre os países ibéricos e os demais países da Europa?
O autor considera que as principais diferenças que podem ser notadas entre os países ibéricos e os demais países da Europa no período que circunscreve a colonização americanase apresentam no sentido dos países ibéricos, embora sendo “uma zona fronteiriça de transição” para a comunicação da Europa com outros espaços, eles se constituem como territórios menos impregnados do europeísmo, fixando desta forma um afastamento de um mundo vinculado pelo feudalismo. Assim, estes fatores teriam trazido uma diferenciação entre os países ibéricos fazendo-os ingressar de formamais precoce em direção ao mar, impulsionados pelo comércio; pelo mercantilismo, diferentemente dos países europeus.
2. Que aspectos favoreceram para que os países ibéricos fossem pioneiros nas navegações?
Além do afastamento com o mundo feudal europeu, o autor considera que os países ibéricos foram os pioneiros nas navegações pela própria posição geográfica que os mesmos possuíam,considerando a sua proximidade a áreas litorâneas e a rotas comerciais que propiciavam dentre outras coisas um maior afluxo de outros povos, possibilitando assim contatos com outras culturas, como, por exemplo, o caso do contato que se efetuou pelas próprias invasões mouras antes da expansão marítima que se deu nesses países.
3. O que estimulou o nascimento de uma mentalidade burguesa mercantil entre ospovos ibéricos?
Como já citamos anteriormente, o autor defende que os povos ibéricos, no caso aqui se tratando da Espanha e de Portugal, o afastamento do feudalismo europeu, o contato com outros povos, sobretudo com os mouros, acabaram fazendo desses povos, personagens mais abertos a novas perspectivas, como até mesmo à miscigenação. Além disso, no caso de Portugal, o autor descreve que aexistência de instituições fracas fez com que estes encontrassem menos resistência a essa nova mentalidade, que se insurgia como forma de se legitimar como “classes dirigentes” em busca de enriquecimento e prestígio que seriam características evidentes de um Estado patrimonialista.
4. Como eram organizadas as instituições portuguesas? Como as instituições brasileiras incorporaram essas organizações?O autor considera que as instituições portuguesas eram frouxas; não separavam o público do privado e que não possuíam apreço pelo trabalho. Dessa forma, as instituições brasileiras foram herdeiras diretas destas recusando as ordens de uma hierarquia se pautando desta forma em uma lógica de individualismo, não separando o poder público do privado, fazendo até mesmo a Igreja, instituição religiosa,se colocar submissa a única forma rígida de poder que existia representada pelo senhor de engenho. Fatores estes que segundo o autor corroboraram para a organização de um Estado patrimonialista e de um país que ainda na década de 1930 mostra o resultado dessa herança através de uma democracia frágil e de partidos desorganizados, que só melhorariam se o país conseguisse romper com todo esse legadoportuguês.
5. Qual a relação de Portugal com o trabalho físico e intelectual? Como isso contribuiu na formação do Brasil?
Para o autor Portugal possuía uma sociedade fortemente marcada pela busca de títulos nobiliárquicos que por sua vez já não eram herdados, em sua grande maioria, pelos laços de sangue e sim pela quantidade de riqueza que cada indivíduo conseguia acumular. Também para ele,um fator que não pode passar despercebido no exame psicológico desses povos é a falta de interesse pelo trabalho, pois este ao invés deste o trazer prestígio e dignidade acabaria por prejudicar o individuo em sua compostura, ou seja, o trabalho físico acabaria por depreciar as características de um homem que buscava ser nobre. Por isto, a lógica deste país era fundamentada na proibição da...
tracking img