Historia e sistemas da psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 67 (16546 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HISTÓRIA E SISTEMAS DA PSICOLOGIA
AS ORIGENS FILOSÓFICAS DO PENSAMENTO PSICOLÓGICO O Mundo Clássico ⇒ Filósofos Pré-Socráticos O milagre grego (aproximadamente 2500 anos a.C.) foi o momento em que os sábios deixaram de procurar explicações na religião, nos mitos e lendas e começaram a procurá-las através do raciocínio. Este “milagre” deu-se num momento extremamente religioso (todas asexplicações giram em torno da religião), e aqueles que avançaram com explicações alternativas, gerando a filosofia (argumentação e explicação baseadas no pensamento lógico) foram os primeiros filósofos. Atenas e Mileto foram cidades muito importantes para o desenvolvimento da psicologia. EXPLICAÇÕES GREGAS PARA A ACTIVIDADE PSICOLÓGICA Os filósofos dividiram-se em diferentes orientações acerca da actividadepsicológica: • Orientação Naturalista • Orientação Matemática • Orientação Biológica • Orientação Eclética • Orientação Humanista (classificações feitas posteriormente por Brennen, em 1994)

Orientação

(Tales Demócrito, Heraclito e Parménides)

Naturalista

de

Mileto,

Anaximeandro,

Anaximenes,

A Orientação Naturalista dá ênfase ao ambiente externo, considerando a vida e amatéria inseparáveis, na explicação para a origem da vida. Procuram o princípio único, o princípio determinante no universo e não na mitologia. Thales (640-546) é considerado o primeiro sábio: político, geómetra, astrónomo e pensador. É a primeira pessoa que avança com uma explicação para a separação do pensamento mitológico para o pensamento racional – passagem de mithos a logos. Considerava aágua o elemento básico do universo, devido à sua proximidade com a água via que esta mudava facilmente de estado (líquido, gasoso, sólido) e como todos os restantes elementos só existiam num desses três estados, fez uma analogia. Via o mundo como um tronco que flutuava num curso de água interminável.

Anaximandro (610 – 546 a.C.) considerava que o que sustentaria tudo o que existe era o apeiron(infinito, indefinido, ilimitado). Acreditava que os homens teriam evoluído a partir de peixes. Realizou o primeiro modelo do universo, o primeiro mapa e a primeira carta celeste. Anaxímenes (588-524 a C.) foi um discípulo de Anaximeandro que discordou da sua teoria. Acreditava que o elemento básico do universo seria o pleuma (ar), tudo seria composto de ar (elemento ilimitado, fonte de toda a vidaque rodeia tudo o que existe); a rarefacção (fogo) e a condensação (nuvens, vento, água, terra) estão na base de todas as alterações visíveis. A terra é uma superfície plana (com uma forma aproximada a disco) sustentada pelo ar à volta do qual giram os corpos celestes. Heraclito (530- ? a. C.) considerou com princípio unitário o fogo, qual estaria na base da mudança e da permanência. FoiHeraclito que disse que ao passarmos a segunda vez num rio não seria igual à primeira (Quando se passar a segunda vez no rio este já não é o mesmo nem “eu” sou o mesmo). O fogo tem uma aparência estável mas não o é, porque é capaz de destruir e mudar tudo; as labaredas estão sempre em mudança, nunca são iguais. Parménides (515 – ª C.) (discípulo de Zenão de Eleia) disse que não podemos confiar nossentidos, pois estes são enganadores, somente poderíamos confiar na razão. Acreditava que existiria uma substância una – espaço contínuo, repleto de matéria homogénea, onde não haveria lacunas, nem espaço, onde o nada não tem lugar. O princípio unitário seria a permanência o carácter imutável da matéria. Utiliza o paradoxo de “Aquiles e a Tartaruga” ( a tartaruga parte mais à frente e Aquiles não aultrapassa, a tartaruga ganha porque o universo é imutável, para que Aquiles ganhasse teria que haver uma mudança) para provar que nada muda no universo e para demonstrar como um raciocínio lógico pode levar a uma conclusão falsa. Demócrito (460 – 370 a C) considera o átomo o princípio universal; toda a matéria é constituída por átomos que se movem naquilo que não é. O atomismo explica tudo: a...
tracking img