Historia economica e politica de cabo verde

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade de Brasília
Instituto de Relações Internacionais

DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

Ensaio:
Historia Economica e Política de Cabo Verde:
Suas relaçoes economica e politica para com brasil

MANUEL SOCORRO LOPES GONÇALVESBrasília
29/ Junho / 2009
Universidade de Brasília

INSTITUTO DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

MANUEL SOCORRO LOPES GONÇALVES

Matrícula: 09/0047176

Professor:

Antonio Jorge Ramalho

“Trabalho apresentado em cumprimento às exigências acadêmicas parciais para aobtenção da aprovação na disciplina”

Brasília 11/Julho de 2011

O presente ensaio tem por objectivos analisar a historia economica e politica caboverdiana comparando-os com as pesquisas existentes e fazer uma investigação empírica dos indicadores financeiros do investimento.
Durante esse ensaio sera abordada um pouco da historia de cabo verde. Sua ecominia e politica como um todo. A República deCabo Verde é um arquipélago constituído de dez ilhas e várias ilhotas, sendo a ilha de Santa Luzia não é habitada. O nome Cabo Verde vem pelo fato de o arquipélago se encontrar a 640 kilometros a uma região que se chamava cabo verde a oeste do vizinho Senegal, situada na Costa Ocidental Africana. As ilhas Ilhas são banhadas pelas mesmas águas do Oceano Atlântico que batem nas praias do Brasil. Apropósito, de Fortaleza a Cabo Verde são três horas de vôo direto.
E esta proximidade física se encontra envolto por proximidades muitas mais profundas que só a historia foi capaz de registrar.
A área total de Cabo Verde, 4033 km2 foi descoberta em 1460, 40 anos antes do Brasil, por Diogo Gomes e António de Noli ao serviço da Coroa Portuguesa, que encontraram as ilhas desabitadas eaparentemente sem indícios de anterior presença humana. Com a carta régia de 3 de Dezembro de 1460, pela qual D. Afonso V, doa as ilhas, então descobertas, ao Infante D. Fernando, seu sobrinho, dois anos depois as ilhas começariam a serem povoadas pelos escravos pegos na costa da África e pelos colonos portugueses. No entanto, as ilhas demonstraram condições desfavoráveis à ocupação humana e não dispunhamdaquilo que os portugueses buscavam com tanto afã. Para tanto, o que salvou as ilhas e levou o seu povoamento foi a sua localização geo-estratégica, no cruzamento das rotas do Atlântico. A importância das ilhas passariam, então a advir, fundamentalmente por servir de base de apoio logístico para a navegação atlântica e o entreposto escravista.
Cabo Verde como porto marítimo de passagem obrigatóriapara despacho dos escravos, para pagamento de impostos à Coroa, esse arquipélago viria a revelar-se de importância capital no progresso das viagens mais para o sul, em especial para o Brasil. Em 1500, Pedro Álvares Cabral, a caminho do Brasil, escalou em Cabo Verde para refrescar e fazer aguada. Bem como o fez o capitão Martim Afonso de Souza, em dezembro de 1530, na expedição ao Brasil, onde foiencarregado de escorraçar os franceses das costas e litoral brasileiras, descobrir novas terras e explorar rios como o rio Prata.
Deve ser sabido, que Cabo Verde funcionou como elo de ligação e uma espécie de estância de experimentação de plantas, animais e homens para o então Brasil que viria a ser descoberto quarenta anos mais tarde.
A parte da historia brasileira não contada é que de CaboVerde o Brasil, no berço da sua formação, recebeu produtos como: cana sacarina para a cachaça, coco da Índia, arroz, inhame, vacas, cabras, éguas, etc.
Sobre essas matérias, vide a testemunha dessa veracidade o Gabriel Soares de Souza, com o seu tratado descritivo do Brasil , 1587, onde se encontra escrito o seguinte: “... as primeiras vacas que foram à Baía levaram-nas de Cabo Verde e depois...
tracking img