Historia do negro no brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 132 (32956 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Unidade
Unidade I

A ESCRAVIDÃO NO BRASIL

Nesta Unidade, veremos como foi o processo de escravização dos africanos no
Brasil, o grande negócio que se tornou o tráfico e a resistência escrava. Estes são
temas fundamentais para se entender melhor a história do negro no Brasil e serão
muito importantes para nossas reflexões. Além deste temas, veremos o que
significava “coisificar” osafricanos e como isto não impedia que o sistema escravista
fosse por eles contestado – o que aconteceu por meio de fugas, formação de
quilombos e várias revoltas.

Tópico 1 – A escravidão no Brasil
Tópico 2 – O fim do tráfico transatlântico de escravos: pressão inglesa ou
resistência escrava?

São objetivos desta Unidade:
Analisar as estratégias de dominação utilizadas pela escravidão noBrasil;
discutir o fim do tráfico transatlântico de escravos e sua relação com a
resistência escrava;
Convidamos vocês para começarmos este Módulo e aguardamos sua participação
dos fóruns e atividades programadas. Vamos lá?

9
_________________________________________________________________________________________________________________

Módulo 2 – História do Negro no Brasil
Curso deFormação para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras (CEAO/UFBA)

Tópico 1 - A escravidão no Brasil
Em 2008, a Lei da Abolição completou 120 anos. Essa lei, que
se resumia a um único parágrafo, dizia estar extinta a
escravidão no Brasil e revogava qualquer disposição em
contrário. Entretanto, mais de cem anos depois, o Ministério do
Trabalho divulgou, em 2003, o “Plano Nacional para aErradicação do Trabalho Escravo”, no qual afirmava (tendo por
base os dados da Comissão Pastoral da Terra) que o Brasil
possuía 25 mil pessoas trabalhando em situação análoga à
escravidão. Afirma também que, no Brasil, “...a escravidão
contemporânea manifesta-se na clandestinidade e é marcada
pelo

autoritarismo, corrupção, segregação social, racismo,
clientelismo e desrespeito aosdireitos humanos.”
A existência atual da
escravidão
diretamente

remete
ao

nosso

passado escravista, pois,
nos
séculos

quase
em

quatro
que

a

escravidão no Brasil foi um negócio legal, base do nosso
sistema social e econômico, ela definiu espaços sociais que
hoje tentamos desconstruir, como o racismo, a cultura da
violência, a má distribuição de renda e o desrespeito àcidadania.
Quando a escravidão de africanos foi introduzida no Brasil, seu
objetivo era o aumento da produção de riquezas - note-se que a
escravidão indígena também existia. Veremos que o racismo foi
uma ideologia criada ao longo do século XIX, que buscava
justificar a escravidão retrospectivamente, identificando o
escravo ao negro.
10_________________________________________________________________________________________________________________

Módulo 2 – História do Negro no Brasil
Curso de Formação para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras (CEAO/UFBA)

Mas... como essa história começou?
O tráfico
A partir do século XVI o tráfico de africanos para o Brasil tornouse um negócio altamente lucrativo para comerciantes dos dois
lados do Atlântico. Primeiramente, otráfico era realizado por
comerciantes portugueses, que foram sendo substituídos por
brasileiros até que, no século XVIII, estes passaram a ter o
domínio sobre os negócios do tráfico.
O tráfico transatlântico de escravizados mobilizava um grande
número de pessoas e de capital. Para se ter uma idéia
aproximada, calcula-se que cerca de 11 milhões de africanos
foram trazidos à força para asAméricas na condição de
escravizados entre os séculos XVI e XIX.
Este número não inclui aqueles que morreram durante os
violentos processos de apresamento e de embarque na África,
nem aqueles que não sobreviveriam à travessia do Atlântico.
Destes, mais de um terço, ou cerca de 4 milhões foram trazidos
para o Brasil. O que evidencia o alto grau de comprometimento
dos brasileiros com o tráfico...
tracking img