Historia do humanismo a acp

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3179 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO AO EXISTENCIALISMO


O existencialismo surgiu no início do século XX quando a filosofia ja não dava conta mais de dar respostas ao homem, foi desta maneira que Kierkegaard nascido em Copenhague em 5 de maio de 1813, o pensador de maior destaque da corrente existencialista devido a ter sido o primeiro da referida corrente, fez com que o pensamento filosófico combatesse a sipróprio, cedendo lugar a fé; recebeu uma formação cristã muito rígida frente ao pecado e notadamente a sexualidade; esta formação foi herdada de seu pai. A filosofia não conseguia fazer com que as contradições desaparecessem do mundo real; conseguindo somente reduzi-las a uma realidade fictícia tendo como origem sua própria criação. (GILES 1989, p. 5,6)
Na visão de Kierkegaard Citado por(Giles 1989, p. 7) o homem é um ser livre e responsável, cada qual com sua diferença, porém singular; tornando-o um ser subjetivo; ser que faz com que a sua verdade se torne existencial a medida com que a vive e de modo que acredite e introduza-a na sua existência; este foi o motivo que Kierkegaard não teve um pensamento sistemático, fundamentado em argumentos que o levassem a conclusões lógicas; poisassim, como ficariam as situações existenciais onde são definidas através de vivências a partir do indivíduo em sua subjetividade; sendo para Kierkegaard o desafio de entender o ser humano em isolado e na sua imensidão como são frente a face de Deus, sendo este assim o existencialismo Kieekegaardiano.
A radicalização da filosofia para compreender a existência exclusiva de todas asrepresentações e juízos que a transcendem encontra sua formulação no pensamento de Nietzsche; este nascido em 15 de outubro de 1844 em Rocken Saxônia;


...adquiriu a partir do contato com Ritschl seu professor na universidade um olhar livre ante a realidade, a mão circunspecta, a paciência e a serenidade nas coisas mais pequenas, a arte de distinguir o real do irreal, os fatos daficção, toda a probidade na busca do conhecimento demonstrável distinto da simples opinião, a certeza objetiva das convicções subjetivas. (GILES 1989, p. 23)






Nietzsche citado por (Giles 1989) usava em sua filosofia a autocontradição, pois para cada uma afirmação existia uma afirmação contraria, sendo estas aparentes contradições de Nietzsche apenas outras tantas tentativas paraseguir as próprias sinuosidades da realidade; o filósofo reconhece que pode haver mais verdade nos pontos interrogativos que por trás de todas as afirmações; e é isto que fazia Nietzsche averiguar a verdade de cima para baixo, inspirado pelo incerto, pelas aventuras e pelas coisas não apontadas. Nietzsche não utiliza sistemas como verdade a ser seguidas e sim como auxílios para um questionamentocada vez mais rigoroso da própria realidade, valendo-se do método monadológico que se evita pensar em termos sistemas, para pensar em termos problemas; fazendo assim a filosofia procurar por pressupostos escondidos e não uma procura de soluções; tendo como consequência, a não solução de problemas e sim a superação; conservando assim a tensão vital entre negação e afirmação, dissolução e criação,aniquilamento e geração; e é neste sentido que Sócrates foi o protótipo do filósofo, pois em vez de aceitar premissas a priori, estava sempre à procura de problemas independentes. (p. 23-26)
A sua dialética em vez de ser pressupor as premissas de um argumento, as questiona, perguntando o que elas próprias pressupõem; tomando assim a dialética um movimento redutivo até se chegar ao primeiroprincipio radical, e foi neste sentido que Nietzsche foi dialético no sentido de questionar a todos os pressupostos rigorosamente, investindo resolutamente contra todos os preconceitos arraigados na realidade onde estiverem; considerando a filosofia uma ciência de experimentar sem medo, aceitando novas evidencias, abandonando antigas posições em busca da verdade, mesmo todos nós receiosos....
tracking img