Historia do cinema

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5831 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]



Instituto de Ciências Sociais e Comunicação – ICSC

Curso de Propaganda e Marketing

Campus Norte





História do Cinema

O cinema surgiu em Paris, em 28 de dezembro de 1895, através dos irmãos Lumiére. A primeira sessão,foi produzida com poucos recursos, sendo uma produção bem barata. Os filmes naquela época retravam o cotidiano das pessoas, como uma simples caminhadapelas ruas, uma chegada de um trem a estação que, inclusive foi o primeiro filme a ser exibido nas salas de cinema em parisienses, o que ocasionou um pânico geral das pessoas que assistiam, pois achavam que um trem de verdade estava vindo em direção delas.

Depois de várias exibições, as pessoas começaram a ficarem cansadas de assistirem sempre as mesmas coisas, foi quando o mágico e ilusionista,George Mèliés decidiu mudar isso.

Méliés foi à procura dos irmãos Lumiére, a fim de lhes mostrar seus truques de mágia e ilusionismo para o público, dentro das salas de cinema. Os Lumiéres por sua vez, temendo uma concorrência, optaram por não ajudar Méliés, que sozinho, fez do cinema, uma verdadeira Arte. Produziu mais de 35 curtas, usando dos efeitos especiais da época, seu filme maisfamoso, foi “Viagem à Lua” que expressou bem essa ideia de “ficção” nas telonas.

Após o cinema ter sido lançado na França, a indústria americana começa então a ganhar seu espaço dentro desse conceito. Um famoso produtor, William Selling, “descobriu” o pôr do Sol da Califórnia, uma imagem muito bonita e chamativa, ideal pra ser filmada. Ali então, nascia a indústria mais famosa e consagrada de todosos tempos, Hollywood.

Ao chegar aos EUA, o cinema teve uma reviravolta. Charles Chaplin e David Griffith foram os nomes de maior influência. Griffith realizou mais de 400 curtas e criou biografias, relatando as histórias de várias pessoas, afim de “sistematizar” a linguagem cinematográfica, “quebrando” a ideia de teatro filmado, buscando algo real, com que as pessoas se identificassem. Chaplin,por outro lado, se consagrou no cinema mudo, onde passou aos públicos, situações mais voltadas para as emoções, como por exemplo, o humor. Em seus filmes, apesar de mudos, já era possível de se notar a mudança dos cenários e atores. Era uma “história” vivida e não mais pessoas comuns, fazendo coisas comuns, todos os dias.

Em 1927, surge o primeiro filme falado, “The Jazz Singer”. Tentandomostrar que o cinema mudo ainda tinha “poder”, Chaplin lançou mais dois filmes na época, “Luzes da Cidade” e “Tempos Modernos”.

Escolas de Cinema

Expressionismo Alemão (1919-1924): Artes gráficas, esculturas, pinturas, teatro, música. Assume formas mais “radicais”, onde a expressão dá lugar a razão. A questão política tinha um peso muito grande, ainda mais nos tempos de Pós Guerra Primeira GuerraMundial. Os cenários eram assustadores, as maquiagens eram exageradas, tudo passava uma ideia de “terror”. Esta época pode ser considerada o marco do gênero de terror dos filmes. Exemplos de filmes: “O Gabinete do Dr. Caligari” - (Robert Wiene) ; “Nosferatu” (Fritz Lang).

Avant-Garde Francesa: Artistas das vanguardas plásticas trazem inovações às telas. Para não perder nenhum detalhe degrandes paisagens, o excêntrico Abel Gance coloca três câmeras lado a lado. Na hora da exibição, usa três projetores, inaugurando o formato de tela conhecido hoje. Filmes: O Cão Andaluz (Luis Buñuel e Salvador Dali), A Concha e o Clérigo (Germaine Dulac), Napoleão (Abel Gance).

Experimentalismo Soviético: A falta de película nas faculdades de Moscou leva estudantes de cinema a descobrir a montagem:usando vários pedaços de filmes famosos e a justaposição de imagens, criam uma nova obra. Influenciados pela Revolução Russa, fazem um cinema ideológico, sem perder o impacto visual. Filmes: O Encouraçado Potemkin (Sergei Eisenstein), Um Homem com uma Câmera (Dziga-Vertov).

Neo – Realismo: (1940) Itália: As histórias eram bem tristes, dramáticas, abrangendo o tema de miséria, sofrimento que o...
tracking img