Historia do brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1146 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Texto 1 – Os diferentes níveis de linguagem

Você já deve ter observado que a língua portuguesa não é falada do mesmo modo em todas as regiões do país, não é falada do mesmo modo por todas as classes sociais e, além disso, passou por muitas alterações no decorrer do tempo. Ou seja, o português, como qualquer outra língua, não é estático e imutável. Assim sendo, podemos dizer que uma língua nãoé uma unidade homogênea e uniforme. Ela poderia ser definida como um conjunto de variedades.
Essa variedade na utilização do idioma, que implicou o surgimento de diversos níveis de linguagem, é conseqüência de inúmeros fatores, como o nível sociocultural. Pessoas que não freqüentaram sequer a escola fundamental utilizam o idioma de modo diferente daqueles que tiveram um contato maior com aescola e com a leitura. Ainda no plano social, é importante observarmos as diferenças na utilização da língua em função da situação de uso. Falamos de um modo mais informal quando estamos entre amigos, por exemplo, e de um modo mais formal quando estamos no ambiente de trabalho. Assim, as condições sociais são determinantes no modo de falar das pessoas, gerando o que podemos chamar de variaçõessocioculturais.
Um outro fator determinante na utilização do idioma é a localização geográfica. Nas diversas regiões do Brasil, observamos diferenças no modo de pronunciar as palavras, ou seja, há diferentes sotaques: o sotaque mineiro, o gaúcho, o nordestino etc. Também no vocabulário observam-se diferenças entre regiões e também na fala de quem mora na capital e de quem vive na zona rural.
Alémdesses fatores, é importante destacar também as variações que a língua sofre no decorrer do tempo, ou seja, a variação histórica. Por exemplo, o vocabulário muda: muitas palavras usadas freqüentemente no século XIX caíram em desuso nos séculos XX e XXI. Por outro lado, novas palavras e expressões surgiram no século em decorrência de diversos fatores, como o desenvolvimento tecnológico. Palavrascomo avião, satélite espacial, computador e televisão certamente não faziam parte da conversa das pessoas no século XIX...
Esses diversos níveis de linguagem também podem ser observados no texto escrito. Ao abrirmos um jornal ou uma revista, podemos perceber uma diversidade de linguagens nos diversos textos existentes: a crônica esportiva, o horóscopo, a página policial, a de política e a deeconomia; todos apresentam termos e “jargões” específicos da área que está sendo tratada. Essas diferenças se relacionam diretamente à intenção de quem produz o texto, ao assunto e também ao destinatário, ou seja, a quem o texto se dirige.
Certo, errado ou adequado?
Tendo em vista que existem vários níveis de linguagem, é natural que se pergunte o que é considerado “certo” E o que é “errado” em umdeterminado idioma. Na verdade, devemos pensar a língua em termos de “adequação”. A fim de que o processo de comunicação seja eficiente, devemos sempre ter em vista o que vamos dizer (a mensagem), a quem se destina (o destinatário), onde (local em que acontece o processo de informação) e como será transmitida a mensagem.
Levando em consideração esses fatores, escolheremos uma forma adequada deestabelecer a comunicação. Por exemplo, uma propaganda de um determinado produto dirigido ao público infantil deverá ser veiculada em um tipo de linguagem diferente daquela dirigida a adultos. O meio de comunicação – rádio, tv ou revista – também deverá ser levado em conta. Ou seja, não se trata de estar “certo” ou “errado”, e sim de estar adequado, a fim de ser eficiente. Se pensarmos em termos deroupa, o raciocínio é o mesmo: terno e gravata é muito elegante, mas se vamos à praia tomar sol...
Acontece que, normalmente, a escola nos diz que “certo” é tudo aquilo que está de acordo com a gramática normativa 1. O problema é que, a partir dessa afirmação, somos levados a utilizar a norma gramatical em todas as situações. E,em muitos casos, a linguagem pode soar um tanto quanto “afetada”,...
tracking img