Historia da psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1431 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
sicologiaUniversidade Paulista- UNIP
Instituto de Ciências Humanas- Psicologia
Disciplina: Historia da Psicologia

1. A tese básica de Luís Cláudio M. Figueiredo, que orienta o percurso da disciplina, aponta duas condições que precisaram ser vividas pelos homens ao longo da modernidade para que passasse a ter sentido pensar-se na psicologia como ciência independente. Assinale a alternativaque apresenta essas duas condições:
A experiência da subjetividade privatizada e a crise dessa subjetividade.
Justificativa: Pelo que percebemos, estamos falando da nossa individualidade, dos nossos desejos, do nosso “eu”, enfim, daquilo que está dentro de nós e que somente nós temos contato. E quanto à crise? Bem, estaríamos diante das transformações culturais ao longo dos anos, tais comoreligiosidade, arte, valores, costumes etc., determinando, de certa forma, a subjetivação e a individualização.

2. A Idade Média, mais conhecida como a Idade das Trevas (em oposição às Luzes da Razão), representa um período de dez séculos da história da civilização ocidental em que toda a organização social, política e econômica emanava de uma ordem transcendente ao mundo. Assinale aquela dentreas afirmativas abaixo que não apresenta uma característica desse período.
O homem medieval, apesar de viver em um mundo em que tudo faz parte de um todo perfeito disposto por Deus, como expressa o texto O corpo social de John of Salisbury (in: SANTI, P.L.R. A construção do eu na modernidade. Ribeirão Preto/SP, Ed. Holos, 1998, p.9) é um sujeito que tem liberdade para tomar decisões referentes àsua vida.
Justificativa: Age com mais liberdade quem melhor compreende as alternativas que precedem à escolha. Dessa premissa decorre o silogismo lógico de que quanto mais evidente a veracidade de uma alternativa, maiores chances dela ser escolhida pelo agente. Nesse sentido, a inexistência de acesso à informação afigura-se enquanto óbice a identificação da alternativa com maior grau deveracidade.

3. Estudantes de Psicologia comumente buscam compreender aquilo que torna cada pessoa singular; o estudo das condições sociais, econômicas e políticas que marcam cada momento histórico permite que o estudante:
I – Perceba que, em todos os momentos da história, o homem se considerava “senhor de seu destino”
II – Identifique as relações existentes entre as condições presentes em cadamomento histórico e a experiência de si típica daquele período.
III – Conheça a relação existente entre a visão de homem como um ser pré-determinado e o desenvolvimento do sistema capitalista.
Assinale a alternativa correta:
Apenas a afirmação II é verdadeira.
Justificativa:Entende-se o processo pelo qual algo se torna constitutivo e pertencente ao indivíduo de modo singular. É o processo básicoque possibilita a construção do psiquismo. A individualidade se refere à herança biológica do indivíduo, sendo a base (mas não apenas ela) para o desenvolvimento da personalidade, que é o sistema psicológico integrado que possibilita a formação do eu. 

4. Inácio de Loyola, fundador da Companhia de Jesus, escreveu no século XVI os Exercícios Espirituais que conduziriam os homens devotos àiluminação. Santo Inácio reconhecia a liberdade, mas constatava a perdição do homem. É correto afirmar que, com os exercícios, ele pretendia:
Mostrar o caminho do reencontro com Deus, dirigindo a livre vontade humana para o caminho correto que possibilita este reencontro.
Justificativa: A liberdade de religião e de opinião é considerada por muitos como um direito humano fundamental. A liberdade dereligião inclui ainda a liberdade de não seguir qualquer religião, ou mesmo de não ter opinião sobre a existência ou não de Deus (agnosticismo e ateísmo). A liberdade religiosa se o põe diante de todas suas ideias e principalmente seguimento do próprio ser humano.

5. Santi (1998) tece um paralelo entre as idéias subjacentes aos Exercícios Espirituais de Inácio de Loyola e a literatura de...
tracking img