Historia da odontologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2181 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1 PASSADO DA ODONTOLOGIA 8

1.1 Histórico no Brasil e no Mundo 8
1.2 EVOLUÇAO 9
1.2.1 Antiguidade 9
1.2.2 Idade Média 9
1.3 DIFICULDADE DA EPOCA PARA A PRATICA 10

2 PRESENTE DA ODONTOLOGIA 10

2.1 ULTIMOS 50 ANOS 10
2.1.1 ODONTOLOGIA COMO PROFISSÃO 10

3 FUTURO DA ODONTOLOGIA 11

3.1 O QUE SE ESPERAR DA ODONTOLOGIA 11
3.2 AVANÇOS TECNOLOGICOS 113.3 RECENTE ESPECIALIZAÇOES 12

4 CÉLULAS TRONCO 12

CONCLUSÃO OU CONSIDERAÇÕES FINAIS 13

REFERENCIAS 14

INTRODUÇÃO

Como em toda profissão, a Odontologia também possui suas peculiaridades no tocante ao seu desenvolvimento, sendo de fundamental importância à explanação desses pontos a fim de possibilitar a compreensão do atual posicionamento da profissão, bem como oentendimento e elucidação de seus problemas.

PASSADO DA ODONTOLOGIA

1 Histórico no Brasil e no Mundo

História da Odontologia no Brasil. A Odontologia praticada no século XVI, a partir da descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral em 22 de abril de 1500, restringia-se quase que só as extrações dentárias. As técnicas eram rudimentares, o instrumental inadequado e não havianenhuma forma de higiene. Anestesia, nem pensar. O barbeiro ou sangrador devia ser forte, impiedoso, impassível e rápido. Os médicos (físicos) e cirurgiões, diante tanta crueldade, evitavam esta tarefa, alegando os riscos para o paciente (possibilidade de morte) de hemorragias e inevitáveis infecções. Argumentavam que as mãos do profissional poderiam ficar pesadas e sem condições para intervençõesdelicadas. Os barbeiros e sangradores eram geralmente ignorantes e tinham um baixo conceito, aprendendo esta atividade com alguém mais experiente.
Em 1728, na França, Piérre Fauchard (1678-1761) com seu livro: Le Chirugien Dentiste au Traité des Dents, revoluciona a odontologia, inovando conhecimentos, criando técnicas e aparelhos, sendo juntamente cognominado "o pai de Odontologia Moderna".Nesta época começava a exploração do ouro no Estado de Minas Gerais, com grande afluxo de interessados e José S. C. Galhardo é nomeado pela Casa Real Portuguesa, cirurgião-mór deste Estado, regulamentando os práticos da arte dentária.
Nesse período os dentes eram extraídos com as chaves de Garangeot, alavancas rudimentares, e o pelicano. Não se fazia tratamento de canais e as obturações eramde chumbo, sobre tecido cariado e polpas afetadas, com conseqüências desastrosas. A prótese era bem simples, esculpindo dentes em osso ou marfim, que eram amarrados com fios aos dentes remanescentes. Dentaduras eram esculpidas em marfim ou osso utilizando-se dentes Humanos e de animais, retendo-as na boca por intermédio de molas, sistemas usados na Europa. Porém no Brasil, era tudo maisrudimentar.

2 EVOLUÇAO

1 Antiguidade

Da pré-história a Albucassis (ano 1050). O que nos chega sobre dentes nesse período são referências encontradas em texto descobertos em escavações. O mais antigo é um texto sumeriano (5000 - 3500 a.C) , denominado "Lenda do verme", descoberto nas cercanias do Vale do Eufrates (2). Geralmente a história diversifica esses achados pelas diferentescivilizações com a descoberta do Código de Hamurabi (2300-2250 a.C) , todos com referências a problemas dentários e terapêuticas diversas indicadas. Assim, as civilizações assírio-babilônica, egípicia, grega, etrusca, romana e árabe deram amostras cabais de que algo se fazia para consertar dentes estragados. O destaque maior fica com fenícios e estruscos pelo grande número das descobertas emsarcófagos e escavações (séc. VII a.C). Tais achados mostram dentes adaptados de animais ou pessoas aos dentes remanescentes por fios ou anéis de ouro. Encontram-se atualmente guardados no Museu do Louvre, em Paris. As descobertas, que não são muitas, mostram apenas a habilidade de certas pessoas, cuja função, na época, era restaurar as partes humanas provocadas por mutilações. Há ainda uma dúvida:...
tracking img