Historia da medicina no seculo xx

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2770 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
História da Medicina no Século XX

Ao se analisar a evolução da Medicina ao longo dos séculos, um ponto fortemente positivo do século XX em relação aos demais é o extermínio ou a redução quase completa da incidência de doenças que chegaram a devastar populações inteiras, como cólera, varíola e difteria. Além disso, no século XX, um extraordinário desenvolvimento da cirurgia, das técnicasimumocitoquímicas e da engenharia genética garantiram uma verdadeira explosão de conhecimentos na área médica.

Avançando para o século de XXI é necessário uma análise retrospectiva da estrada viajada pela ciência médica e ter uma aproximação da Medicina do futuro:

A Medicina incorporou aspectos da psicologia, a qual ficou mais científica ao explicar o comportamento do homem.
Foram descobertasmuitas substâncias que dominam o organismo, os antibióticos e esses que constituem a essência dos genes.
A cirurgia asséptica levou a passos grandes e deu lugar aos transplantes de órgãos e à vídeo-cirurgia de invasão mínima.
A mulher chegou ao nível do homem, na Medicina que alcança os louros ao obter Prêmios Nobel.
A explosão demográfica gerou enfermidades sociais diferentes e os médicostiveram que especialmente que lutar contra epidemias diversa. O medicamento ecológico nasce como conseqüência das mudanças no ambiente.
Isso é apenas um pouco do que foi a Medicina do Século XX, o que nos leva a crer que depois dela a Medicina tomou um novo rumo.



O que foi destaque na Medicina do Século XX

No século XX a Medicina, assim como outras Ciências, teve destaques importantes emáreas específicas. Alguns desses foram:

Expectativa de vida

A expectativa de vida dos homens aumentou de 60 para 65 anos entre 1978 e 1998. Já entre as mulheres o aumento foi de 63 para 69 anos, no mesmo período.

Doenças infecciosas e parasitárias

Doenças como diarréia, sarampo, malária, tétano, desidratação e tuberculose são a segunda causa de morte no mundo, depois dos distúrbioscardiovasculares. As vítimas principais são as mulheres e crianças que vivem em condição de pobreza, nos países em desenvolvimento.

Complicações pré e após o parto, de origem infecciosa, provocadas pela falta de assistência médica ou deficiências no estado geral de desnutrição das gestantes, matam 2,5 milhões de mulheres todos os anos - quase o mesmo número de mortes registrado pela AIDS.

AIDSÉ a doença infecciosa que mais mata no mundo, isoladamente.

Desde seu surgimento, em 1981, o vírus HIV já infectou mais de 50 milhões de pessoas, sendo 1,2 milhão de crianças, e causou 16 milhões de mortes.

Doenças sexualmente transmissíveis (DST)

Cerca de 330 milhões de pessoas estão contaminadas no mundo por algum tipo de DST e, são registrados 5,8 milhões de novas ocorrências acada ano. As principais são: tricomona, a clamídia ou cândida, sífilis e gonorréia.

Tuberculose

São mais de 8 milhões de casos registrados atualmente no mundo. Os principais agravantes para o recrudescimento da doença são a AIDS(debilita o organismo tornando-o propício à infecção) e o aparecimento de novos bacilos sobre os quais os medicamentos não conseguem fazer muito efeito.

Doenças doaparelho circulatório

Representam a primeira causa de mortes no mundo. As principais manifestações são o acidente vascular cerebral e as doenças coronarianas. Um em cada oito indivíduo sofre de doença cardiovascular no mundo.

Câncer

É uma das principais causas de mortes no mundo que está extremamente vinculada ao processo de envelhecimento. Dentre os vários tipos o principal é o câncer depulmão. O segundo tipo que mais mata é o câncer de estômago atingindo principalmente homens acima de 40 anos. Existem avanços importantes nas pesquisas atuais sobre o combate ao câncer como as drogas antiangiogênicas (impedem a gênese ou a multiplicação celular dos vasos sangüíneos que nutrem o tumor) e os anticorpos monoclonais (reconhecem e combatem proteínas específicas da célula tumoral...
tracking img