Historia da matematica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1419 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

Jaíne Flores
Profª. Fernanda Francener
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Licenciatura em Matemática (MAD0085) – Prática Educativa Módulo III
04/07/2012


RESUMO

O trabalho a seguir é o registro de uma pequena parte da história da matemática, fala um pouco sobre a origem dos números, o porquê da necessidade dos homens aprenderem os númerosaonde se iniciou a matemática, fala de alguns matemáticos que contribuíram para a evolução da matemática desde como era no principio até os dias atuais. Através de pesquisas pretendemos relatar como a matemática surgiu os matemáticos envolvidos na construção da história da matemática como surgiram os números. Após varias pesquisas e observações relatarmos por que este tema será o foco principal dotrabalho. Através dos resultados encontrados entendemos o porquê a matemática sempre esteve e sempre estará em nosso meio social, pois sem ela não poderíamos calcular as coisas mais básicas do nosso dia a dia.

Palavras-chaves: matemática, história, números.


1 INTRODUÇÃO

O que se pretende discutir é a importância, a função, a necessidade da matemática na nossa vida. A matemática queconhecemos hoje, de algum lugar, em alguma época surgiram.
Este trabalho tem por objetivo resgatar um pouco sobre a história da matemática identifican-do os principais pontos da sua construção até a fora que a conhecemos hoje em dia, a fim de identi-ficar os fatos que levaram as pessoas a estudarem e a desenvolverem.
Relataremos primeiramente um pouco sobrea história da matemática, logo apósfalarei sobre a invenção dos números e. Desta forma apresentaremos reflexões acerca da influencia da matemática em nosso cotidiano.

2 HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

A matemática vem desde o século IX e VIII A.C., com os babilônios e os egípcios que ti-nham uma álgebra e uma geometria básica somente para as suas necessidades, como contar o ouro real. E não como uma ciência organizada. A partir do século VIe V A.C., na Grécia a matemática se distingue da babilônica e da egípcia, onde a fizeram uma ciência propriamente dita, por ter levado em conta problemas relacionados com processos infinitos, movimento e continuidade. Devido a tentativa de se resolverem esses problemas os gregos fizeram com que aparecesse o método axio-mático-dedutivo, onde esse método consiste em admitir como verdadeiras certaspreposições. As dificuldades com que os gregos depararam ao estudar esses problemas relativos a processos infinitos fizeram com que os gregos se desviassem da álgebra, e se encaminhassem em direção à geometria onde é realmente que os gregos se destacam.
Os árabes na sua conquista a Índia encontram lá outro tipo de cultura matemática: a álgebra e a aritmética.
No ano de 1202 o matemático italianoLeonardo de Pisa, ressuscita a matemática na sua obra intitulada “Leber Abaci” onde ela descreve a “Arte de Calcular” ele apresenta soluções de equações do 1º, 2º e 3º grau.
Jordanus Nemorarus um monge alemão começa a utilizar letras para significar números, logo após introduz os sinais de + e de – em forma de letras p (plus: mais) e m (minus: menos). Mas tarde outro matemático alemão MichaelStifel passa a utilizar os sinais que usamos ate hoje.
Pierre Fermat desenvolveu a teoria dos números primos. O calculo diferencial aparece pela primeira vez com Isaac Newton com o nome de calculo das flexões.
No século VI na índia ocorre a invenção do zero, então no século IX o matemático Al-Khowarizmi e quis falar para todo o mundo então escreveu um livro chamado “Sobre a arte de cal-cular”, apartir dai o zero se incorpora no mundo da matemática. Após a introdução do zero na ma-temática equações do 2º grau passaram a ser resolvidas corretamente.

3 COMO SURGIRAM OS NUMEROS

A descoberta dos números não aconteceram tão de repente nem foi uma única pessoas os números surgiram da necessidade que o homem tinha em contar objetos e coisas.

Conforme Boyer (1974, p. 2):
[...] usando...
tracking img