Historia da contabilidade em cabo verde

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1267 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1.1

CONTEXTO, Definição e Âmbito
de Comércio Electrónico

No contexto em que surge o Comércio Electrónico há que destacar duas tendências motivadoras: a evolução da Informática, em particular a Internet e as suas origens; o domínio das cadeias de distribuição, que tendem a diminuir cada vez mais o número de intermediários.
A clara delimitação do conceito de Comércio Electrónico e adistinção entre Comércio Electrónico directo e indirecto auxiliará depois à compreensão da diversidade de operações e tecnologias por este abrangidas, e da consequente necessidade de um enquadramento legal e regulamentar bem definido e global.

O CONTEXTO
DO COMÉRCIO ELECTRÓNICO

A integração da informática com as comunicação e distribuição está a provocar profundas alterações na sociedade em gerale nos negócios em particular.
O conceito de mundo virtual, que acelera e complementa o universo real, começa a tornar-se realidade com a proliferação das redes de comunicação globais. Essas verdadeiras auto-estradas da informação ligam todos os povos do mundo, numa enorme aldeia global, num Ciberespaço ...
No epicentro deste abalo nas estruturas da nossa economia e sociedade encontramos duastendências que resumem em si todo o potencial desta nova era – a Evolução da Informática e a Eliminação dos Intermediários.
Após a grande revolução do início da década de 80, na qual o PC foi o expoente máximo, assiste-se agora a um fenómeno que provoca um impacto ainda maior – a segunda vaga da revolução informática – com a Internet e a World Wide Web.
A Internet é uma rede de comunicaçãoexterna e global que não tem sede, proprietário ou sequer controlo. A partir de protocolos para redes de computadores, criados na década de 60 pelas forças armadas americanas, que tinham como objectivo manter a comunicação activa no caso de um holocausto nuclear, desenvolveu-se uma rede mundial de troca de informações entre servidores e utilizadores. Actualmente, conta com mais de 250 milhões depessoas e continua a crescer: segundo dados fornecidos por diferentes consultoras, no final de 1999 existiam a nível mundial entre 201 e 233 milhões de utilizadores. , , e
Vários serviços a nível mundial foram sendo disponibilizados e, entre estes, a World Wide Web (Web) , criada pelo CERN (cf. BERNERS-LEE et al., 1994 ), que introduziu uma interface gráfica e um sistema de navegação simplese directo, popularizou a Internet para todos os usos, desde revistas e jornais electrónicos, mapas meteorológicos e receitas culinárias até compras, conferências e partidas de xadrez on-line .
Como disse Bill Gates (1995) ,

a Internet é um maremoto que avança sobre a indústria da informática e aqueles que não aprenderem a nadar nas suas águas vão morrer afogados. A Internet tem as suasfraquezas, mas elas vão ser ultrapassadas. Só algumas das empresas que estão a apostar na Internet vencerão a corrida. Mas todas aquelas que não apostarem irão perder.

Ao nível da distribuição, os últimos tempos trouxeram uma proliferação de novas alternativas de ligação entre as sociedades produtora e consumidora, originando o estado de crise do agora chamado Comércio Tradicional, ou seja, docomércio situado no final de uma cadeia de distribuição repleta de intermediários (fabricante, importador, distribuidor nacional, distribuidor regional, distribuidor local e loja).
Entre essas "novas" formas de distribuição contam-se as franquias, as grandes superfícies, as vendas por catálogo e televisão, a venda directa e o marketing em rede. Nelas é notória a tendência para a gradual eliminaçãoe/ou agregação dos referidos intermediários (cf. TAPSCOTT, 1996 ).

Ambas as tendências trazem dentro de si um infinito de possibilidades, que permitem perspectivar novas formas de colaboração entre empresas, onde o espaço físico e o tempo não são condicionantes do sucesso dos negócios. Este é o contexto do Comércio Electrónico, um tema emergente mas de enorme potencial, que é premente...
tracking img