Historia da cenografia, hello dolly

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3748 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Técnica de Lisboa Faculdade de Arquitectura

História da Cenografia Hello Dolly


Índice

1 - Capa 2 - Índice 3 – Introdução 4, 5 – Origem 6 – Broadway 7 – Musicais Cinematográficos 8, 9 – Golden Age e adiante 10 – Hello Dolly / Sinopse 11, 12, 13 – Acto I 13, 14 – Acto II 15 – Elenco / Ficha técnica 16, 17 – Cenografia 18 – Iluminação
19 – Bibliografia

Introdução
Noâmbito da disciplina de História da Cenografia II foi proposto a cada aluno um trabalho individual, que consistia em escolher uma peça de teatro até ao seculo XX. O objectivo era que cada aluno analisa-se a sua peça e realiza-se uma proposta de uma cenografia para a mesma, onde teria que dizer também o local onde depois no final queria que fosse realizada. O musical Hello Dolly foi a peça escolhidapor mim, neste trabalho decidi fazer uma breve introdução à história dos musicais, tentar explicar como tudo começou e finalizar então com a minha proposta cenográfica para este musical.

Origem
O teatro é geralmente visto como pai incontestável dos musicais sejam eles de palco ou de cinema. Desde a Grécia Antiga, artistas faziam colaborações entre teatro e música. O carácter performativo deambas exigia tanto um nível de interpretação dramática por parte do músico/cantor, como melodicamente por parte do actor. O próprio termo “orquestra” significava o espaço entre a cena e o público, nos anfiteatros gregos. Ali era onde se realizavam as evoluções do coro, responsável pela condução da narrativa. A música também foi executada em cena, desde muito cedo, e servia tanto para pontuarmomentos dramáticos como para acompanhar o texto. No final do século XVI, surgiu em Florença o tipo de encenação e canto que deu origem à ópera, o grande género musical da cultura europeia. Em oposição à chamada Grande Ópera maioritariamente italiana, vão surgindo inúmeros e crescentes movimentos que procuram maior simplicidade, comicidade e adequação à realidade popular, em vários países europeus.Talvez não casualmente, essas “popularizações” do género operístico acompanham o desenvolvimento da revolução industrial no local respectivo. Tanto que uma das maiores obras do que viria a ser chamado de burlesco, óperabufa ou, finalmente, opereta. Em 1728 nasce na Inglaterra: a “Ópera dos Mendigos”, de John Gay.

Ópera dos mendigos, John Gay

John Gay

A obra, que se pretendia uma paródia àsóperas de Haendel, foi um sucesso estrondoso e acabou por forçar o compositor alemão a fechar o seu teatro. Mais que isso, impulsionou o movimento de sátira ou reacção ao elitismo. Daí em diante, a opereta torna-se num género extremamente popular em Londres (onde fica famoso pelo West End) e é exportado pelos imigrantes para Nova Iorque (onde desde o início ocupa a Avenida Broadway). São estas duascidades, Nova Iorque e Londres, que servem de berço ao género e onde até hoje estreiam os musicais de grande porte. Faz a ponte entre elas, por volta de 1870, uma dupla de ingleses que dita as bases do musical contemporâneo. William Gilbert e Arthur Sullivan juntos compuseram 14 peças, e a sua grande inovação foi aliar música, letras e enredo num único conjunto. A narrativa não seria interrompidapara uma canção, e sim a própria canção, pelas letras e pela melodia, ajudaria a carregar a narrativa. Continuam na América as Vaudevilles, teatros de revista, e predominam as operetas até o advento do cinematógrafo, no limiar do novo século.

Arthur Sullivan

William Gilbert

The Pirates of Penzance, uma das peças realizadas mais conhecidas de Arthur Sullivan e William Gilbert.

BroadwayBroadway, a Avenida Manhattan Street, que hoje abriga um dos mais famosos centros de entretenimento teatral de todo o planeta. Esta longa avenida cravada no coração da Times Square, a Broadway congrega um grupo de trinta e nove grandes teatros profissionais que se espalham entre as ruas 42 e 53, que cortam a Manhattan Street. Mais do que um ponto turístico, o lugar estabeleceu um dos mais...
tracking img