Historia da arte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1224 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE ESTUDOS ADMINISTRATIVOS DE MINAS GERAIS FEAD-MG


[pic]








Marcos Pires Canuto (173969)









HISTÓRIA DA ARTE















Belo Horizonte

2011

Marcos Canuto















HISTÓRIA DA ARTE




Trabalho apresentado à disciplina de História da Arte do curso de graduação em Turismo daFaculdade de Estudos Administrativos de Minas Gerais.
Orientador: Marcel de Almeida Freitas.










Belo Horizonte

2011

DEDICATÓRIA



Dedico este trabalho primeiramente a Deus por ter me dado vida e saúde, aos meus pais por ter colocado me no mundo e a você professor, por ter nos disponibilizado um pouco do seu tempo para nos ensinar a sabedoria atravésdo seu conhecimento, por isso, fica aqui registrado neste trabalho, o meu reconhecimento a vocês que nos deram a oportunidade de vencer na vida, superando os nossos obstáculos, obrigado a todos por fazerem parte de nossas vidas.

















































“O mais livre de todos os homens é aquele que consegue ser livre naprópria escravidão”.


(François Fénelon)
SUMÁRIO



INTRODUÇÃO...........................................................................................................05

O Barroco e a ruptura com o Maneirismo..............................................................06Conclusão.................................................................................................................09

Referências...............................................................................................................10


INTRODUÇÃO



Este trabalho tem como objetivo, esclarecer como foi à ruptura do estilo Barroco com o Maneirismo e mostrar as divergências que existem entre os dois estilos de arte que teve como protagonista o estilo Barroco que predominou na época dareforma e contra reforma.





































O Barroco e a ruptura com o Maneirismo



O Maneirismo antecede ao estilo Barroco, mas não se insere num contexto renascentista, esta Arte entende-se como umas entre as influências renascentistas e a elaboração de algumas características do Barroco, este é um momento mais livre, sem asconvenções do renascimento que durou apenas trinta anos.

O Maneirismo foi um movimento artístico europeu de referente retomada de algumas expressões da cultura medieval entre os anos que corresponde a 1515 a1610 (ou 1525 até 1600), o mesmo, caracterizou-se pela centralização no modo de se fazer arte, levando à procura de efeitos incomuns que já apontam para a Arte Barroca, como a ampliação dasfiguras e pontos de vista curiosos, assim, as primeiras amostras anticlássicas dentro do espírito clássico Renascentista costumam ser nomeadas de Maneiristas (CRAGOE, 2008). Ele se insere em um novo contexto histórico, onde aparecem várias tendências ao modo de Da Vinci, Miguel Ângelo, Botticelli, entre outros.


Na escultura, este estilo apresenta uma frugalidade, contrapondo-se a um interiorextravagantemente decorado com azulejos e coma talha dourada em escultóricos altares no (caso das igrejas) e nos palácios, predominam as baixelas, porcelanas e mobiliário, o Maneirismo diz respeito à arte, incluindo a literatura do período compreendido entre o renascimento Tardio e o Barroco que vai de 1530 a 1620, o mesmo, perde rigor a representação clássica, é mais expressivo e dinâmicoprivilegiando a subjetividade, os sentimentos, a sensualidade e o efeito meramente plástico e decorativo perdendo o rigor anatômico.


Na pintura, esse estilo rompe com os modelos clássicos, culto do bizarro e individual, com composições complexas e inventivas (não piramidais), com grande importância dada ao desenho (serpenteado e vigoroso), com dimensões e estilos eficazes, cromatismos...
tracking img