Historia contemporanea

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7029 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Prova Contemporânea II
O que é fascismo?
O fascismo é um regime político totalitário que se caracteriza pelo domínio de um partido único, hipertrofia do aparelho policial, exaltação nacionalista, pregação do antiliberalismo, do anticomunismo e defesa da ação do Estado como principal dirigente da economia nacional. Se desenvolveu na Alemanha, sob a forma do nazismo, na Espanha, sob a forma dofranquismo, em Portugal, com o nome de salazarismo, e no Brasil sob a bandeira do Estado Novo, foi na Itália, no período entre guerras, que o fascismo adquiriu um corpo mais doutrinário, o qual se materializou no governo de Benito Mussolini. No plano econômico, o fascismo combateu ao capitalismo liberal típico do século XIX e aparelhou o Estado de organismos burocráticos para dirigir e controlar aatividade econômica e minimizar ao máximo as tensões sociais, instituindo o corporativismo, que visava a organização profissional e setorial de patrões e empregados. Embora, na sua origem, o fascismo tinha um forte sentimento anticapitalista, depois de estar no poder, os fascistas tornaram-se instrumentos dos grandes grupos monopolistas italianos e alemães, que tinham interesse no expansionismodas nações fascistas e no combate ao movimento sindical do proletariado. O fascismo foi fruto da crise social e econômica em que se encontrava a Europa devastada pela Primeira Guerra Mundial.
“Tudo no Estado, nada contra o Estado, nada fora do Estado.” (Benito Mussolini)
O que foi a Grande Depressão?
A Grande Depressão foi uma profunda crise econômica pela qual passou os Estados Unidos, no ano de1929. A Europa, logo após o fim da Primeira Guerra Mundial, encontrava-se devastada, economicamente e socialmente. Os Estados Unidos, por outro lado, por terem entrado bem no fim da Guerra, saíram do conflito enriquecidos e prestigiados. Assumindo a posição de potência do mundo, passaram a financiar a recuperação dos países europeus, principalmente o Reino Unido e a França. Entretanto, apesar daaparência de prosperidade, havia a concentração de riquezas nas mãos de poucos, ou seja, uma grande desigualdade social; embora os lucros aumentassem, os salários não acompanhavam esse crescimento, o que acabava resultando em muitos produtos para se consumir, mas pouquíssimo dinheiro para os trabalhadores americanos os comprarem, e que causou um grande excedente, principalmente no setoragrícola; também devemos contar que, a partir de 1923, a Europa já se encontrava quase recuperada, graças à ajuda dos norte-americanos e já fazia concorrência aos mesmos no capitalismo internacional; e a crise agrícola esteve presente durante toda a década de 1920, pois a prosperidade estava ligada mais à indústria e menos à agricultura. Em resumo, a Grande Depressão foi uma crise de superprodução: muitosprodutos, pouco consumo. A aparente prosperidade gerou uma verdadeira febre de investimentos nas ações da Bolsa de Valores de New York, e, quando uma grande empresa faliu, despencando os preços das ações. Os desesperados donos de ações não tinham a quem vender, e muitos faliram; a economia norte-americana entrou em crise e levou consigo praticamente todas as economias capitalistas do mundo.Houve desemprego em massa, e na Alemanha, quase metade dos trabalhadores ficaram sem emprego devido às falências.
*pegar Hobsbawn de novo, resposta nas páginas de 92 – 97.
O que foi o New Deal?
O New Deal, ou Novo Acordo, foi o plano de recuperação econômica apresentado em 1933, pelo então presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt, após o crash de 1929. Segundo o New Deal, fortementeinspirado nas ideias do economista John M. Keynes, o Estado devia intervir na economia, fazendo investimentos e planejando-a, de modo a garantir os empregos. Pelo New Deal, houve nos Estados Unidos: um investimento maciço em obras públicas, garantindo dessa maneira emprego aos trabalhadores e futuras rendas pelo turismo; a destruição dos estoques de gêneros agrícolas, causadores da crise de 1929, e a...
tracking img