Historia antiga - politica do dominato

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2734 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
O assunto que será abordado neste trabalho se posiciona em torno das medidas adotadas por Diocleciano e comentar Constantino pela construção do Dominato, entre 284 e 476, período correspondente ao Baixo Império Romano e à última fase da história da civilização Romana. Entretanto, daremos mais enfoque as medidas administrativas, políticas e sociais efetivadas a fim de buscarrenovar e manter um equilíbrio da imagem e da unidade imperial que mostrava-se conturbada e desgastada.
Atualmente decorrente de novas tendências historiográficas, [...] o Baixo Império, na realidade, representa um momento particular da História de Roma que assinala o fim da Civilização Antiga ao mesmo tempo que lança as bases para a Idade Média, apresentando como macrocaracterísticas a afirmação deuma nova visão de mundo (no caso, a Cristã), a emergência de um novo modo de produção em virtude da superação do escravismo e a instauração de um novo padrão de organização sociopolítica, com a difusão das relações pessoais e o enfraquecimento da autoridade imperial." (MENDES,2006). Mas, ainda de acordo com Norma Musco Mendes e Gilvan Ventura da Silva, devemos evitar compreender o lapso do tempotranscorrido entre a Anarquia Militar e a deposição de Rômulo Augusto como sendo seqüências inevitáveis de transformações catastróficas e não possíveis de reversão, pois o período é marcado por periódicos reequilíbrios onde o Estado empreende esforços consideráveis para perpetuar a unidade imperial realizando amplas reformas na máquina pública. Isto confrontando certo preconceito existente ao BaixoImpério, considerado por muitos historiadores como período de queda, declínio, desestruturação e esgotamento. Certamente após séculos de história, Roma - juntamente com seu Império - encontrava sérios obstáculos para sua manutenção, considerando vários problemas políticos, culturais, econômicos, adicionados aos fatores externos, como as invasões bárbaras - consideradas por muitos historiadorescomo o fator responsável pela queda do Império Romano Ocidental - . Roma foi assasinada (PIGANIOL,1972), e como em todo colapso, existem muitas características marcantes e que são valorizadas ao passar do tempo, tornando assim visíveis as peculiaridades do Baixo Império.
Figura 01 - Pórfiro dos Tretarcas, possivelmente saqueada de um palácio Bizantino em 1204

Nessas características próprias doBaixo Império, as medidas instituídas por Diocleciano e Constantino - os maiores responsáveis pelo Dominato - permitiram ao Império Ocidental manter certas estruturas por quase duzentos anos, estabelecendo também algumas características do que será mais tarde a Civilização Romano-Cristã do Oriente. Diocleciano e Constantino portanto, são considerados por parte da historiografia como osrestauradores da ordem romana. Posicionaremos o leitor também a respeito da Tetrarquia, e das características peculiares relacionadas ao Dominato.

2. ANARQUIA MILITAR E O DOMINATO
Um maior controle do estado sobre a vida pública na sociedade romana é notado entre a ascensão de Diocleciano (284) e a morte de Constantino (337), onde aquela conturbada situação do Império foi contornada pormomentos de recuperação, ocasionados pela adoção de medidas político-administrativas e também sociais de ampla área de atuação. Diocleciano, no entanto, assume o poder em um momento particular onde a Anarquia Militar está em fase de superação, inicialmente por Aureliano, que bloqueia a invasão da Península Itálica pelos alamanos, elimina Zenóbia na cidade de Palmira e normaliza o controle romanosobre as Gálias ao derrotar Tétrico. Em seqüência, Probo - sucessor de Aureliano - afasta invasores germânicos localizados às margens do Reno, e conclui um tratado que priorizava a presença militar romana além deste rio, obtendo ainda muitos reféns e recrutas para o exército. Outro fator importante foram as reformas militares realizadas por Caro, promovida a fim de conter as investidas da Pérsia...
tracking img