Histologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1932 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADES UNIDAS DO NORTE DE MINAS – FUNORTE
INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM












TERRITORIALIZAÇÃO















Montes Claros - MG
Dezembro – 2012
AMANDA GONÇALVES VELOSO
LEIDY LUARA
LUDIMILA CARDOSO DA SILVA
PAULO ROBERTO
MARIA DO SOCORRO DA SILVA R. RAMOS










TERRITORIALIZAÇÃOTrabalho a ser apresentado ao Prof. José Ronivon Fonseca do Estagio Curricular Supervisionado em Saúde da Família, como atividade avaliativa do 1° período de Enfermagem das Faculdades Unidas do Norte de Minas.









Montes Claros - MG
Dezembro – 2012
1. Introdução

A territorialização pode expressar na estrutura das funções relacionadas ao conjunto daatenção à saúde. Como processo de delineamento de arranjos espaciais, da interação de atores, organizações e recursos, resulta de um movimento que estabelece as linhas e os vínculos de estruturação do campo relacional subjacente à dinâmica da realidade sanitária do SUS no nível local. Mendes (1993) considera que se desenvolveram duas correntes do pensamento:

• uma que vê o território (solo) comoespaço físico, geopolítico, com uma visão topográfico-burocrática e;
• outra que entende o território (processo), como produto de uma dinâmica social


Em relação ao território o autor antes citado (Mendes, 1993:166), ainda define:


• território-distrito - como delimitação político-administrativa;
• território área - delimitação da área de abrangência de uma unidadeambulatorial;
• território-microárea - delimitada com a lógica da homogeneidade sócio-econômicasanitária;
• território-moradia - como lugar de residência da família.

De fato a territorializaçao é de suma importância, uma vez que ela permite o levantamento de dados sobre a população e seus problemas de saúde, o impacto dos serviços de saúde na qualidade de vida dos usuários, bem como estreitar a relação de responsabilidade entre os serviços e a população, naquele espaço delimitado. Podendo assim, definir áreas territoriais de responsabilidade para as equipes locais de saúde visando à vigilância em saúde, podendo assim alcançar a educação,  promoção e proteção a saúde.


2. Justificativa


Este estudo tem como justificativa a intenção dos acadêmicos de enfermagem emidentificar a população e entender o planejamento local de ações de saúde, compreender a estruturação e organização de serviços de saúde local, diagnosticar as necessidades e os problemas demandados pela população que residem em São Geraldo II.


3. Objetivos
1. Objetivo Geral


Conhecer a realidade a partir da demarcação territorial da área de abrangência da Estratégia da Saúdeda Família – ESF São Geraldo II, com a construção de mapas que permitam a identificação dos diversos elementos presentes nos contextos econômico, religioso, demográfico e social.


2. Objetivos Específicos
• viabilizar a aproximação com a comunidade local, com o auxílio dos Agentes Comunitários de Saúde – ACS e da metodologia dos professores responsáveis pela disciplina.
•evidenciar as necessidades e problemas da comunidade.
• Conhecer os aspectos demográficos do território, bem como os fatores religiosos, econômicos, sociais, educacionais, saúde, segurança, transporte e laser da população adstrita.

4. Referencial teórico


Para falar em Saúde da Família faz-se necessário recuperar a concepção da Atenção Primária (AP), definida pela Organização Mundialde Saúde como:

O primeiro nível de contato dos indivíduos, da família e da comunidade com o sistema nacional de saúde, levando a atenção à saúde mais próxima possível do local onde as pessoas vivem e trabalham, constituindo o primeiro elemento de um processo de atenção continuada à saúde. (OMS, 1978).


Está organizada em conformidade com os princípios do Sistema...
tracking img